Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

Alma e espírito são a mesma coisa?

Compartilhar
Comentar

Depende. De quem estamos falando?

Espírito e alma são a mesma coisa? Se estivermos falando do ser humano, sim: os dois termos designam a mesma essência. No entanto, também designam dois conceitos com matizes próprios e complementares.

“Alma” se refere ao princípio vital dos seres vivos. Alguns filósofos falaram, por exemplo, de “alma vegetativa” e “alma sensitiva”, aplicadas, respectivamente, a plantas e animais. Isto quer dizer que uma samambaia tem alma, no sentido de princípio vital. O mesmo vale para um peixe, um gato, um cachorro, um mosquito, uma rosa… Naturalmente, são “tipos” diferentes de alma, considerando-se que são diferentes as características do princípio vital de um animal e de um vegetal.

Mas nenhum deles tem espírito.

É que “espírito” se refere ao ser de natureza imaterial. Aplica-se em primeiro lugar a Deus mesmo, de quem o Evangelho diz explicitamente: “Deus é Espírito” (cf. João 4, 24). E também se aplica aos anjos, que são puro espírito criado por Deus.

Já o homem é um ser que poderíamos descrever como “composto”: seu corpo é material, mas sua alma é espiritual, e, portanto, imaterial. É um ser “de fronteira”: materialmente, compartilha características com os animais e até com os vegetais; imaterialmente, compartilha características com os anjos e com o próprio Deus!

Aqui surge um risco frequente de erro que é importante dissipar: a ideia de que “temos” corpo ou “temos” espírito. Não é correto afirmar que o ser humano é um “corpo que contém um espírito”, nem que é um “espírito preso a um corpo”. O ser humano não “tem” um corpo: ele é um corpo. Ao mesmo tempo, o ser humano não “tem” um espírito: ele é espírito. O ser humano é espírito E corpo ao mesmo tempo. Esta é a especificidade fascinante do ser humano: nós somos uma unidade de corpo e espírito.

No caso único do ser humano, o princípio vital (a alma) é de natureza espiritual. Isto quer dizer que a natureza da nossa alma não é apenas a do princípio vital de um animal: é a de um ser espiritual – e, portanto, imortal. Esta, aliás, é a base da afirmação da imortalidade da alma humana: sendo espiritual, ela é necessariamente imaterial, e, sendo imaterial, é necessariamente imortal. Em suma, alma e espírito coincidem no ser humano como uma só realidade: a nossa alma é espiritual; em nós, alma e espírito são a mesma essência.

Decorre disto outro fato único: precisamente porque somos essa unidade de corpo e alma espiritual, a nossa alma espiritual “requer” o nosso corpo e o nosso corpo “requer” a nossa alma espiritual. Afinal, sem corpo ou sem alma espiritual, deixaríamos de ser a unidade corpo-espírito que compõe a substância humana. É por isso que a fé cristã afirma a necessidade da “ressurreição da carne”: de alguma forma que desconhecemos, mas que é necessária para que continuemos sendo nós mesmos, Deus restabelecerá a nossa unidade corpo-espírito após a nossa morte, ao nos ressuscitar.

Considerando tudo o que foi dito e respondendo resumidamente à pergunta inicial: alma e espírito são a mesma coisa ou não são? Depende: os termos “alma” e “espírito” não são a mesma coisa porque se referem a conceitos diferentes, mas, se estivermos falando do caso único do ser humano, então esses dois conceitos diferentes correspondem à mesma essência.