Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

3 santos que se emocionavam recordando o próprio batismo

batismo rosário de água
Raquel Gatti
Compartilhar

Afinal, é o sacramento que nos torna filhos de Deus!

O Papa Francisco nos exorta frequentemente a recordar e celebrar o nosso aniversário de Batismo, que marca o nosso nascimento como filhos de Deus! São muitos os santos que nos dirigem o mesmo convite e que nos deixaram o seu próprio testemunho de profunda gratidão por essa graça imensurável.

Dentre eles, aqui vão três, mencionados na coletânea “Tesouro de Exemplos“, do pe. Francisco Alves:

São Francisco Solano

Aos 30 anos, sendo já religioso franciscano, ele foi um dia visitar a sua terra natal. Logo que entrou na igreja paroquial de São Tiago, na qual recebera o santo Batismo, foi direto à pia batismal e, ajoelhado no chão com a fronte apoiada sobre a pedra, rezou em voz alta o Credo que seus padrinhos tinham rezado ali mesmo, naquele dia repleto de graça!

São Vicente Ferrer

Ele celebrava todos os anos o seu aniversário de batismo. Nessa data, mandava celebrar uma Missa de ação de graças na capela da igreja de Santo Estêvão de Valência, onde recebera, quando criancinha, a graça ser batizado.

São Luís

Ele era rei da França e, estando um dia em Poissy, declarou à comitiva que Deus lhe concedera naquele lugar a maior felicidade e a mais alta dignidade. Admirados, os membros da comitiva acharam que o rei estivesse confundindo Poissy com Reims, onde fora coroado rei. No entanto, São Luís lhes respondeu que não havia engano algum: ali ele recebera a graça do santo batismo, muito superior a todas as honras e dignidades do mundo e a todos os bens terrenos. Quando algum de seus filhos acabava de ser batizado, ele o beijava e dizia:

“Antes, eras filho meu; agora, és filho de Deus”.

 

O “rosário de água”

Conheça a história da impressionante foto que ilustra esta matéria:

Você vê nesta foto um terço feito de água?