Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

Perfil falso do Papa diz que ele sai disfarçado à noite para ajudar sem-teto: será?

Silhueta do papa Francisco
Creative Commons
Compartilhar
Comentar

A Sala de Imprensa da Santa Sé nega a notícia, que foi compartilhada mais de 80 mil vezes, acompanhada de uma foto antiga e fora de contexto

A vice-diretora da Sala de Imprensa da Santa Sé, Paloma García Ovejero, confirmou a falsidade de uma notícia que (novamente) gerou alarde nas redes sociais: a de que o Papa Francisco sairia disfarçado, durante as noites, para distribuir comida aos desabrigados nos arredores do Vaticano.

Notícias desse tipo já circulam desde os primeiros meses de pontificado de Francisco. Em 2015, Aleteia publicou um artigo a respeito, mencionando fatos que poderiam levar a supor que o Papa realizasse mesmo esses atos de caridade desconhecidos do grande público: desde precedentes em Buenos Aires, antes da eleição do cardeal Bergoglio ao pontificado, até declarações informais feitas por guardas suíços no Vaticano e recolhidas por veículos laicos de mídia, como o Huffington Post. No entanto, o artigo já observava que, desde aquela época, a Santa Sé negava tais informações.

Recentemente, um perfil falso no Facebook chamado “Papa Francesco“, em italiano, postou uma foto do então arcebispo de Buenos Aires, cardeal Jorge Mario Bergoglio, vestido com trajes clericais pretos na Praça de São Pedro. A postagem acrescentava, deixando aberta a possibilidade de interpretar que se tratasse de uma foto atual:

“O Papa Francisco, vestido como simples sacerdote, saiu escondido durante a noite para visitar e confortar os sem-teto de Roma, ajudando as equipes da Santa Sé a distribuir alimentos, roupas e fundos de apoio”.

A postagem foi publicada em 15 de fevereiro e superou rapidamente os 80.000 compartilhamentos. Paloma García Ovejero respondeu, via Twitter, que a foto era antiga, que o perfil que a postou era falso e que a notícia da saída noturna era improcedente.

Papa Francisco fake news
"Fake news"

A caridade do Papa

O Papa Francisco certamente realiza inúmeras iniciativas práticas de acolhimento e ajuda material para necessitados em dezenas e dezenas de países, mas não o faz de modo irresponsável.

Além das iniciativas pessoais e espontâneas do Papa, que têm sido amplamente veiculadas inclusive pela mídia laica, existem estruturas formais e bem organizadas do Vaticano para as ajudas humanitárias e as ações de caridade da Igreja em todo o planeta.

São exemplos dessa estrutura a rede Cáritas, as pastorais nacionais, uma série de fundações beneficentes que reúnem de orfanatos a hospitais, de asilos para idosos a centros de recuperação de dependentes químicos, de casas de acolhimento para gestantes até escolas gratuitas, passando por dispensários de comida e remédios, instituições profissionalizantes, centros de ajuda a imigrantes e refugiados, operações de emergência em regiões em guerra e um longo etcétera.

Entre outras sólidas e atuantes entidades, também existe a chamada Esmolaria Apostólica, um departamento da Cúria Romana instituído pelo Papa Gregório X ainda no século XIII para administrar a assistência do Santo Padre às pessoas pobres. E o seu atual responsável, o arcebispo dom Konrad Krajewski, pode ter sido, involuntariamente, um dos “culpados” pelas histórias que circulam sobre as “escapadas noturnas caritativas do Papa Francisco”…

É que, em dezembro de 2013, dom Konrad afirmou, durante uma entrevista, que ele próprio fazia visitas noturnas aos desabrigados de Roma, como parte das suas responsabilidades. E acrescentou que, quando conversava com o Papa Francisco sobre essas visitas, era frequente o “risco” de que o Papa decidisse ir junto com ele. Um dos jornalistas perguntou então se Francisco já tinha ido alguma vez. Dom Konrad apenas sorriu e disse:

“Próxima pergunta, por favor”.

Aleteia Top 10
  1. Lidos
    |
    Compartilhados
  2. Giovanni Marcotullio / Francisco Vêneto
    Entre insultos estarrecedores à família, juiz …
  3. Prof. Felipe Aquino
    São Jorge é santo mesmo?
  4. Ary Waldir Ramos Díaz / Redação da Aleteia
    Papa: por que devemos fazer o sinal da cruz nos …
  5. Giovanni Marcotullio / Redação da Aleteia
    Aleteia está em Liverpool para acompanhar a luta …
  6. Giovanni Marcotullio / Francisco Vêneto
    Entre insultos estarrecedores à família, juiz …
  7. Ary Waldir Ramos Díaz / Redação da Aleteia
    Papa: por que devemos fazer o sinal da cruz nos …