Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O que está pendurado na porta do quarto do Papa?

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE
Antoine Mekary | ALETEIA
Compartilhar

Trata-se da "regra" fundamental para quem o visita na Santa Marta

Em 14 de junho de 2017, o psicólogo e psicoterapeuta Salvo Noé, autor de livros e cursos de motivaçãovisitou o Papa Francisco e lhe presentou seu livro, uma pulseira e uma placa. O Papa Francisco lhe agradeceu dizendo:

“Vou colocar [a placa] na porta do meu escritório, onde recebo as pessoas”.

Francisco foi além: colocou-o na porta do seu quarto, que é uma espécie de quarto-escritório típico da Casa Santa Marta, a hospedaria vaticana onde ele mora desde que foi eleito pontífice.

Mas que placa é essa?

O site italiano Vatican Insider publicou na sua conta do Twitter uma imagem dessa placa:

Vietato Lamentarsi
Twitter Vatican Insider - La Stampa (Fair Use)

Traduzindo do italiano, ela significa:

“É proibido reclamar”.

A frase original (“Vietato lamentarsi”) é seguida por uma explicação na mesma língua:

“Os transgressores estão sujeitos a uma síndrome de vitimismo com a consequente diminuição do humor e da capacidade de resolver problemas. A sanção é dupla se a violação for cometida na presença de crianças. Para tornar-se o melhor de si mesmo, é preciso focar nas próprias potencialidades e não nos próprios limites. Portanto: pare de queixar-se e aja para tornar a sua vida melhor”.

O aviso está dado!

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.