Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

“Serei um elo entre o céu e você”, escreveu grávida para o marido um dia antes de morrer

PREGNANT
Compartilhar

Ela estava grávida de trigêmeos e morreu depois do chá de bebê

Foi uma tarde de domingo de muita alegria. Parentes e amigos se reuniram para comemorar o chá de bebê dos trigêmeos de Giseli Cristina Sanches, 39 anos, que aconteceu no município de Jales, interior de São Paulo.

Porém, horas depois da festinha, a tristeza tomou conta da família. Giseli começou a passar mal e, de acordo com os familiares, a pressão arterial dela subiu muito. O SAMU foi acionado, mas no caminho para o hospital, o que ninguém queria: a gestante de sete meses sofreu uma parada cardíaca e morreu.

Os médicos iniciaram uma batalha contra o tempo para salvar a vida dos três bebês. Um menino nasceu morto. Os outros dois ficaram internados na UTI neonatal, mas faleceram dois dias depois do parto de emergência.

Por conta da idade, a gestação de gêmeos era considerada de risco e Giseli fazia acompanhamento médico. Dias antes de morrer, tinha procurado um hospital, em razão de alguns inchaços.

Despedida

Um dia antes de falecer, Giseli publicou uma declaração de amor ao marido no Facebook. Ela transcreveu parte da música “Anjo Guardião”, da banda católica Canal da Graça. Diz a letra:

“E sempre serei os teus olhos quando a dor te cegar

Te levo em meu colo se o teu passo falhar

Serei um elo entre o céu e você

Pra sempre serei tua luz se a escuridão te assustar

O abraço e o ombro pro teu pranto rolar

Serei um elo entre o céu e você

Sou teu anjo guardião”

Nos comentários, muitos amigos de Giseli expressaram sentimentos e se mostraram comovidos, dizendo que a declaração foi uma “despedida”. Ela era casada e tinha outros dois filhos.