Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Por favor, ajude-nos a manter este importante serviço. APOIE AGORA
Aleteia

Papa Francisco pede o fim da violência na Síria

POPE FRANCIS
Andreas SOLARO I AFP
Pope Francis gives his weekly general audience at St Peter's square on November 15, 2017 in Vatican city. / AFP PHOTO / Andreas SOLARO
Compartilhar

O papa Francisco pediu neste domingo o fim imediato da violência na Síria para para permitir a chegada de ajuda humanitária, em particular no reduto rebelde de Ghuta Oriental.

“Faço um apelo urgente para que termine imediatamente a violência, permita o acesso à ajuda humanitária, comida e medicamentos, e se retire os feridos e os enfermos”, disse o papa na Praça de São Pedro após tradicional oração do Angelus dos domingos.

O regime sírio bombardeou novamente neste domingo a região de Ghuta Oriental, apesar de uma resolução aprovada pelo Conselho de Segurança da ONU a favor de uma trégua “o mais rápido possível”. Mais de 500 civis morreram em uma semana de ataques contra o reduto rebelde cercado.

No texto, aprovado por unanimidade no sábado após longas negociações, o Conselho de Segurança exige um cessar-fogo de 30 dias na Síria para permitir a entrada de ajuda humanitária e a retirada de feridos.

“Nestes dias, penso muito na Síria, amada e atormentada, onde a guerra voltou a explodir, especialmente em Ghuta Oriental”, destacou o pontífice.

(AFP)

Milhões de leitores em todo o mundo – incluindo milhares do Oriente Médio – contam com a Aleteia para se informar, buscar inspiração e conteúdos cristãos. Por favor, considere a possibilidade de ajudar a Edição em Árabe com um pequeno donativo.