Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Julho |
Santos Abdon e Sénen
home iconAtualidade
line break icon

EUA advertem serviços de Inteligência sobre expansão do grupo EI

ATAK TERRORYSTYCZNY W EGIPCIE

AP/EAST NEWS

Agências de Notícias - publicado em 28/02/18 - atualizado em 28/02/18

Os Estados Unidos advertiram autoridades de segurança e Justiça e vários países sobre o risco representado pelo grupo extremista Estado Islâmico, crescentemente descentralizado e que se expande para novas regiões.

Em conferência de dois dias, encerrada nesta quarta-feira (28), em Washington, o Departamento de Estado identificou sete grupos que têm vínculos com o EI como ameaças terroristas, destacando o alcance da rede.

O reduto do grupo no chamado “califado” do leste da Síria e do norte do Iraque foi destruído nas operações comandadas pelos Estados Unidos, mas os extremistas estão se adaptando.

Em vista da dificuldade crescente em encontrar objetivos militares abertos, a próxima etapa na luta contra os extremistas se baseará principalmente no processamento civil e na submissão à lei dos militantes suspeitos.

“Acho que o que estamos vendo é o EI em crescente descentralização”, disse o coordenador de contra-terrorismo do departamento de Estado, Nathan Sales, na reunião.

“O EI evolui e se adapta”, afirmou, explicando a decisão de incluir na lista negra os grupos regionais jihadistas de acordo com seus nomes.

“Há grupos em todos os cantos do mundo motivados pela mesma ideologia sangrenta e mortal do EI, usando as mesmas técnicas e tomando como alvo homens, mulheres e crianças inocentes”.

Sales identificou o Boko Haram na Nigéria, o grupo Maute nas Filipinas (além do EI-Filipinas), o EI-Somália, o EI-Bangladesh no subcontinente indiano, o EI-Egito e p EI-Sinai no Egito e o grupo tunisiano Jund al-Khilafa.

Washington urgiu também aliados relutantes como França e Grã-Bretanha a assumir a custódia de seus cidadãos que tiverem integrado o EI e foram capturados no Iraque ou na Síria a submetê-los à justiça em seus respectivos territórios.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia