Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Missionária da Madre Teresa surpreende com mensagem após ser agredida a faca

The tomb of Mother Teresa
JEFFREY BRUNO | ALETEIA
Compartilhar

Ela foi atacada depois de sacar dinheiro para pagar as contas de um centro de acolhimento de crianças e doentes

Uma religiosa da congregação da Madre Teresa de Calcutá, as Missionárias da Caridade, foi agredida com um golpe de faca neste dia 26 de fevereiro em Bangladesh.

A irmã M. Madeleine trabalha na Homes for Malnutrition, uma entidade da Igreja em Lokhipur, nordeste do país, que acolhe mais de 100 crianças e pobres abandonados pela família.

Segundo a agência AsiaNews, a irmã foi atacada quando voltava de um banco após sacar cerca de 1.000 dólares para pagar gastos de manutenção do centro de acolhimento. Quatro homens não identificados a abordaram de moto e de riquixá, espécie de triciclo fechado muito comum em vários países da Ásia. Como a religiosa resistiu e tentou proteger a bolsa que continha o dinheiro, eles atravessaram a sua mão direita com uma facada.

Os ladrões fugiram enquanto a freira gritava de dor. Alguns transeuntes a socorreram e levaram a um hospital, com a mão sangrando bastante. A irmã, que precisou de três pontos de sutura, declarou depois:

“Eles não conhecem o espírito da nossa fundadora, a Santa Madre Teresa, cujo lema era o amor. Nós só podemos cuidar dessas pessoas miseráveis. Eu perdoo os que me assaltaram”.

A notícia da agressão repercutiu bastante, a ponto de a polícia ir até o hospital para visitar a religiosa. No entanto, num país de maioria muçulmana, a notícia de que a irmã Madeleine perdoava os seus agressores causou repercussão maior ainda – os próprios ladrões, provavelmente, ficaram surpresos ao saberem dessa declaração.