Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 22 Janeiro |
São Vicente Pallotti
home iconEstilo de vida
line break icon

O segredo da vitalidade do Papa Francisco

KRILL

Jiang Dongmei - Shutterstock

María Eugenia Brun - publicado em 28/02/18

Médio uruguaio revela que o Papa toma um complemento nutricional rico em ômega 3 todos os dias no café da manhã

O óleo de krill é obtido de um minúsculo crustáceo parecido com o camarão, mas que mede apenas 2,5 cm e pesa só 2g. O krill é comum no oceano Antártico e se alimenta de fitoplâncton. Existem 85 espécies diferentes deste crustáceo em diferentes lugares do mundo, mas o de melhor qualidade está no Antártico.

Há tempos o Sumo Pontífice consome o complemento nutricional de óleo de krill, a “fonte ideal e mais potente de ômega 3”, segundo revelou o reconhecido médico e pesquisador uruguaio Bartolomé Grillo, que, em 2017, teve um encontro com o Papa Francisco no Vaticano.

KRILL
Dmytro Pylypenko - Shutterstock

Há 36 anos, Grillo foi à Antártida para estudar a alimentação dos pinguins. Sua ideia era encontrar algo para colaborar com os tratamentos de arteriosclerose. A partir desta experiência, ele descobriu que os pinguins se alimentavam de krill e que o crustáceo apresenta melhores propriedades nutricionais que o pescado, pois contém fosfolipídios, que são mais eficientes devido à velocidade e à quantidade com que entram no organismo

Quais são os benefícios do consumo de ácidos graxos ômega 3 para o organismo?

O ômega 3 pertence a uma família de ácidos graxos poli-insaturados, que são essenciais para a formação e o funcionamento das células. É composto por EPA (ácido eicosapentaenoico), DHA (ácido docosahexaenoico) e ALA (alfa-linolênico), que trazem inúmeros benefícios para a saúde.

O valor nutricional do ômega 3 é fundamentado cientificamente. Trata-se de um nutriente importante para a proteção da saúde cardiovascular, do sistema nervoso e visual. Ele assume funções anti-inflamatórias, de imunização, neurológica, arrítmica e celular.

Os pesquisadores ainda estudam as diferenças entre o complemento ômega 3 de peixe e o de krill. Uma delas é que o óleo de krill não deixa o gosto desagradável na boca, como o óleo de peixe. Outra é que os ácidos graxos contidos no óleo de krill se unem aos fosfolipídios, agilizando a digestão, o que não acontece com o ômega 3 de óleo de peixe, que se liga aos triglicerídeos.

A presença de astaxantina, um carotenoide (pigmento) responsável pela coloração alaranjada do krill, confere um grande poder antioxidante, o que permite que o óleo de krill dure mais tempo que o de peixe.

Mas qual é a melhor maneira de consumir ômega 3?

O ômega 3 deve ser ingerido através dos alimentos, já que o corpo humano não é capaz de produzir esta substância. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o ideal é que de 1 a 2% da energia diária consumida seja de EPA + DHA, o que corresponde a aproximadamente 500 mg.

O ômega 3 está presente em diversos tipos de peixe, como salmão, truta de rio e atum, assim como em algumas fontes vegetais, como o óleo de soja ou de canola, as nozes e as sementes de linhaça. Há também produtos que são enriquecidos com ômega 3, como o leite.

Os complementos em forma de cápsulas também são uma alternativa para quem quer ingerir a substância. Esses complementos geralmente têm entre 500 e 1000 mg de óleo de peixe, que, em média, possuem de 250 a 300 mg de EPA+DHA, dependendo da origem do óleo.

É preciso lembrar que se você consumir peixes ricos em ácidos graxos e ômega 3 de duas a três vezes por semana, você poderá obter a mesma quantidade de EPA e DHA presente em um ou dois comprimidos de óleo de peixe.

Além disso, antes de ingerir esses comprimidos, você deve consultar um médico. A atenção deve ser redobrada em relação às grávidas, lactantes, pessoas que têm alergia a mariscos, diabéticos e pacientes em tratamento com doses de anticoagulantes ou próximos a uma cirurgia.

KRILL
Gts - Shutterstock

Tags:
Papa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
4
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
5
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
6
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
7
Daniel Neves e Nossa Senhora dos Rins
Francisco Vêneto
Nossa Senhora dos Rins e a devoção de um menino que pede a graça ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia