Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

Morte súbita de bispo vietnamita em Roma choca o Papa Francisco

Papa Francisco com Dom Paul Bui Van Doc (Vatican Media)
Vatican Media
Compartilhar
Comentar

O Papa dedicou a Missa matutina de hoje ao arcebispo falecido inesperadamente durante celebração na basílica romana de São Paulo

Um choque: foi exatamente com esse termo que o súbito falecimento de dom Paul Bùi Văn Ɖoc foi resumido por dom Pierre Nguyên Văn Kham, bispo de My Tho, secretário geral da Conferência Episcopal do Vietnã e membro da Secretaria para a Comunicação:

“Foi um choque, não só para os bispos que o acompanhavam, mas também para o Papa”.

Dom Paul era arcebispo de Ho Chi Minh e faleceu nesta terça-feira à noite, em Roma, durante uma celebração na Basílica de São Paulo Fora dos Muros.

Ele estava na Cidade Eterna em visita ad limina, junto com outros bispos vietnamitas. Na segunda-feira, dia 5, os bispos e o próprio dom Paul tinham sido recebidos pelo Papa Francisco.

A dor da Igreja

Na manhã desta quinta-feira, o Papa dedicou a Missa na Casa Santa Marta ao eterno repouso de dom Paul, em presença dos outros bispos vietnamitas.

Dom Pierre Nguyên Văn Kham conta que Papa Francisco “disse algumas palavras antes da Missa para compartilhar a dor por essa triste notícia com os bispos do seu país. Junto com o Papa, rezamos por dom Paul. O Papa tinha nos recebido um dia antes. E, no dia seguinte, dom Paul faleceu inesperadamente. Por isso a sua morte foi um choque para todos”.

O difícil desafio em Ho Chi Minh

Dom Paul Bùi Văn Đọc, acrescenta dom Pierre, “era o arcebispo de Ho Chi Minh, no sul de Vietnã, que é a maior cidade do país e conta com cerca de 10 milhões de habitantes. Portanto, a presença da Igreja é muito importante”.

Dom Paul era considerado muito inteligente e mantinha boas relações com todos. Na sua diocese havia um “clima de verdadeira comunhão”, comenta ainda dom Pierre.

A missão do arcebispo era a de “pregar, apresentar Jesus Cristo e o Evangelho às pessoas” em um país comunista, onde, em comparação com as duríssimas restrições do passado, vêm sendo registradas, para os cristãos, “melhoras em várias setores”.

____

A partir de Vatican News