Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

Papa Francisco pede ajuda aos artistas

MERCEDES FARIÑA
Compartilhar
Comentar

“Os dons que recebestes são para cada um de vós uma responsabilidade e uma missão”

O Papa Francisco se encontrou com cerca de duas dezenas de artistas de diversos países do mundo, para pedir-lhes que ajudem a comunicar a beleza da transcendência através da linguagem artística.

Ele estava falando com os líderes da “Diaconia da Beleza”, um movimento nascido e desenvolvido para ajudar os artistas de todas as artes a sair de seu isolamento, muitas vezes devido à dinâmica comercial ligada à produção artística.

A iniciativa foi criada e promovida por Anne e Daniel Facerias, juntamente com o bispo Dominique Rey da diocese de Fréjus-Toulon (França) em Roma, em 2012, e tem como presidente o cardeal Paul Poupard, presidente emérito do Pontifício Conselho da Cultura. Oferece aos artistas oportunidades de partilha, formação e apoio mútuo, para que se tornem testemunhas da beleza de Deus através da arte.

Como explicado pela fundadora, Anne Facerias, “a Diaconia – que significa ‘serviço’ em grego – visa ser um serviço para ajudar os artistas a encontrar o caminho da fé, para restaurar seu papel de mediadores entre o céu e a terra”.

Durante a reunião, realizada em 24 de fevereiro, o Santo Padre sublinhou como “Os dons que recebestes são para cada um de vós uma responsabilidade e uma missão. Com efeito, exige-se que trabalheis sem vos deixar dominar pela busca da vanglória nem por uma fácil popularidade, e ainda menos pelo cálculo muitas vezes mesquinho do lucro apenas pessoal”.

Por meio da Diaconia em particular, convidou todos os artistas a “promover uma cultura do encontro, a construir pontes entre as pessoas e entre os povos, num mundo em que ainda se erguem muros por medo dos outros”.

Um ponto de virada para o relacionamento Igreja-arte

Anne Facerias disse a Aleteia que “nosso encontro com o Santo Padre marca um verdadeiro ponto de inflexão na vida de nosso movimento, e nos enraiza ainda mais no coração da missão da Igreja universal”.

“Ícone da Misericórdia”

Um exemplo da frutuosa colaboração do Papa Francisco com artistas ao serviço da partilha da beleza é um pequeno tesouro, o “Ícone da Misericórdia”, um panfleto que ajuda as pessoas a redescobrirem a figura do misericordioso Jesus através da arte e das meditações.

É um trabalho que o Papa Francisco distribuiu às pessoas em Roma que viviam na pobreza, em 6 de janeiro de 2017. Foi preparado pelo Pe. Pietro d’Angelo, guia espiritual da Diaconia da Beleza e consultor eclesiástico da União Católica dos Artistas Italianos de Benevento.

Durante a reunião, os artistas tiveram a satisfação de poder dar ao Papa como presente a edição francesa desse trabalho.

Uma organização internacional

Membros da Diaconia da Beleza incluem músicos, poetas, cantores, pintores, arquitetos, diretores, escultores, atores e dançarinos, de várias nacionalidades. A Diaconia tem escritórios em Roma, Veneza, Paris, Toulouse, Bruxelas, Lourdes, Nantes, Nice, Maurício e Madagascar.

Entre os nomes proeminentes dos membros da organização, podemos mencionar o ator Michael Lonsdale, mundialmente conhecido por seu papel de vilão de James Bond e por seus papéis principais em filmes como “The Name of the Rose” (O Nome da Rosa) e “Of Gods and Men” (Homens e Deuses).

Mais informações aqui.