Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

Os 10 infernos do uso de drogas

DRUGS
Syda productions - Shutterstock
Compartilhar

O consumo de drogas não proporciona nada de positivo a quem quer que seja

Receber informações corretas sobre os danos colaterais e diretos produzidos pelo consumo da droga e especialmente os danos sociais e pessoais quando as pessoas começam a experimentar a mesma.

É aconselhável pensar antes de agir e tomar consciência da vida diferente que pode ser desenvolvida quando se goza da liberdade de quem não depende desse tipo de substância.

As consequências da toxicodependência são igualmente graves se falamos sobre consumidores causais ou consumidores habituais.

1. Vício

É o principal transtorno originado pelas drogas; de fato, é o motor que move o hábito do consumo, de acordo com o estudo “Drugs and the Brain: implications for Preventing and Treating Addiction”, dos médicos N. Volkow e H. Schelbert, a dependência é definida como uma doença, pois afeta o funcionamento normal do organismo.

Também é considerada uma doença cerebral, porque sua estrutura e funcionamento são muito afetados pelas drogas. Por outro lado, uma das principais características do vício é a sua capacidade de modificar os hábitos e o comportamento das pessoas, transformando-as em autênticos autômatos (aquele que não age nem pensa por conta própria) em favor do seu consumo.

2. Síndrome de Abstinência

O consumo frequente de drogas traz consigo a síndrome de abstinência, causando reações físicas e psicológicas evidentes. Dependendo do tipo de droga consumida, os sintomas da síndrome de abstinência variam: decadência, depressão, relutância ou episódios de nervosismo, ansiedade e perda progressiva de controle das emoções.

3. Deterioração do sistema nervoso central

O sistema nervoso central dirige as funções de todo o tecido do corpo; recebe milhares de respostas sensoriais que transmite ao cérebro através da medula espinhal. Qualquer estímulo químico pode produzir uma grande variedade de efeitos sobre a atividade e função do sistema nervoso central. Em casos graves, o vício das drogas pode produzir danos irreversíveis, criando problemas de coordenação, percepções sensoriais e linguagem.

4. Perda de autoestima e sentimento de culpa

Um consumidor dependente, com a passagem do tempo está consciente da deplorável situação que vive, sua atitude dominada pela droga reafirma um sentimento de culpa e perda de autoestima. Infelizmente, o estado de dependência das drogas gradualmente elimina qualquer sentimento interno de amor por si mesmo e esperança.

5. Aumenta a probabilidade de adquirir doenças graves

Distúrbios vasculares, cirrose, hepatite são as doenças mais frequentes em usuários habituais de drogas; a droga gradualmente destrói importantes agentes funcionais do nosso corpo, causando problemas nos órgãos principais.

De acordo com um estudo do “National Institute of Diabetes and Digestive and Kidney Diseases”, o álcool é o grande responsável pelos casos de cirrose hepática, seu efeito é devastador para o organismo.

6. Isolamento

Existe uma relação direta entre solidão ou isolamento e drogas; embora no início estas sejam as causas de entrar nas drogas, à medida que o usuário de drogas avança em seu vício, ele se isola de seu ambiente mais próximo, familiar, pessoal, profissional etc. O viciado vive por e para sua dose de drogas, considerando-a a única prioridade da vida.

7. Tendências paranoicas

O cérebro é uma das vítimas da ingestão da droga, a perda de neurotransmissores e da parcial funcionalidade de diferentes perfis do cérebro pode produzir sensações paralelas e paranoicas ligadas à esquizofrenia.

8. Consequências econômicas

A droga tem um preço, o consumo habitual de uma droga é caro; um único gasto destinado ao vício tem um impacto na economia familiar e pessoal. Pedir dinheiro, roubar etc, são ações que se tornam muito comuns nesses casos, quando os fundos necessários para obter a droga não aparecem.

9. Diminui o sistema imunológico

Ataca diretamente o sistema imunológico, enfraquecendo sua funcionalidade e atividade em nosso organismo. Com isso, o consumidor de drogas se torna cada vez mais indefeso contra infecções ou doenças.

10. Insônia

Embora pareça uma consequência menos importante, a insônia afeta o repouso. Uma pessoa que não descansa corretamente diminuiu suas aptidões: fica mais triste, irritável, pessimista e estressada. Emoções que se multiplicam nos toxicodependentes, corrompendo sua personalidade e habilidade social.