Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

Santa Clara e o milagre eucarístico

Reprodução
Compartilhar
Comentar

O Milagre uma mulher de Deus que espantou um exercito de agressores com a luz emanada da força da Fé!

Conta-se que, no ano de 1240, a cidade de Assis estava sendo ameaçada pelo desejo de posse do Imperador Frederico II.

Obcecado por essa ideia, ordenou que suas tropas acampassem e cercassem toda a cidade, com o objetivo de devastar e saquear a cidade de Assis, inclusive o Mosteiro onde estava Santa Clara.

 

FOTO3

 

Um dia, durante um dos ataques dos sarracenos a Assis, eles se aproximaram do Mosteiro onde Santa Clara vivia com suas religiosas, as quais foram ao encontro da Abadessa, possuídas pelo terror e pelo medo, dirigiam à ela o um pranto assustador. Santa Clara se encontrava em seu leito, pois já estava com a saúde fraca e muito debilitada.

Diante das súplicas de suas filhas, ordenou-as que a colocassem em frente à porta do Mosteiro, bem na frente dos inimigos e, trazendo consigo a custódia que portava a Hóstia Consagrada, falou com lagrimas nos olhos:

“Ó Meu Senhor, queres colocar as tuas servas indefesas nas mãos dos pagãos , as mesmas que por amor a Ti eu eduquei? Senhor, eu te peço, protege estas tuas servas porque eu sozinha não posso salvá-las!” Imediatamente uma voz de criança, vinda da custódia, sussurrou aos seus ouvidos:

“Eu as protegerei sempre!”

 

FOTO4

 

Erguendo a Hóstia Consagrada em direção aos soldados e à cidade, suplicou: “Meu Senhor, protege também, se é a tua vontade, esta cidade, que nos sustenta pelo teu amor”.

E Cristo lhe disse:

“Terá que sofrer duras penas, mas a minha proteção a defenderá”.

Então a virgem ergueu o rosto banhado em lágrimas e consolou as irmãs que estavam aos prantos:

“Eu garanto, minhas filhas, que não sofrereis nenhum mal; somente tende fé em Cristo!”

 

FOTO2

 

Não demorou muito e a audácia dos agressores se transformou em espanto; e abandonando apressadamente os muros que tinham escalado, foram derrotados pela força daquela mulher que rezava e, do brilho que emanava das Santas Espécies, que ofuscou violentamente a visão daqueles soldados.

 

FOTO1

 

(via Fiel Pelicano)