Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
Estilo de vida

Nas dificuldades, você vê desafios ou problemas?

Nejron Photo/Shutterstock

Javier Fiz Pérez - publicado em 18/03/18

Resiliência: como enfrentar a adversidade com sucesso

Todos os seres humanos enfrentam instabilidade e circunstâncias adversas durante a vida. A diferença está na forma como eles enfrentam essas dificuldades que fazem parte da vida. Podemos dizer que há pessoas mais resistentes do que outras. O que quer dizer?

A resiliência é definida como a capacidade dos seres humanos submetidos aos efeitos de uma adversidade de superá-la e até saírem fortalecidos da situação.

Ser resiliente não significa não sentir desconforto, dor emocional ou dificuldade diante da adversidade, mas superar eventos e se adaptar ao longo do tempo.

A resiliência se manifesta quando se é capaz de se recuperar para continuar com projetos individuais, com um parceiro, com a família e, até mesmo, um projeto comunitário.

Em suma, a resiliência é a capacidade de:

  • Suportar as crises e as adversidades de forma positiva.
  • Enfrentar de maneira efetiva situações de estresse, ansiedade e sofrimento.
  • Adaptar-se de forma eficiente e inteligente às mudanças.
  • Resistir e superar obstáculos em situações de incerteza.
  • Criar processos individuais, de grupos e comunitários em circunstâncias críticas.

Otimistas e realistas

As pessoas resilientes são caracterizadas por saber identificar com precisão as causas dos problemas para impedir que voltem a acontecer no futuro, se é que podem fazer algo de sua parte para que a dificuldade não se repita.

São capazes de controlar suas emoções, especialmente diante da adversidade e permanecer focadas durante situações de crise. Sabem como controlar seus impulsos e seu comportamento em situações de alta pressão.

Têm um otimismo realista, ou seja, pensam que as coisas podem funcionar bem. Têm uma visão positiva do futuro e acreditam que podem controlar o curso de suas vidas, mas sem deixar-se levar pela irrealidade ou fantasias.

Sobre esta mesma base, as pessoas resilientes sabem como confiar em suas próprias competências e capacidades. Têm uma melhor autoimagem e se criticam menos.

São empáticas, ou seja, têm uma boa capacidade para ler as emoções dos outros e se conectar com eles, sendo capazes de buscar novas oportunidades, desafios e relacionamentos para alcançar mais sucesso e satisfação em suas vidas.

Como podemos desenvolver a resiliência?

As habilidades próprias da resiliência podem ser desenvolvidas e aprimoradas. Como em tudo, a chave é construir uma estratégia pessoal, fazendo aquelas atividades que te permitam aumentar essa capacidade tão importante para a vida.

A este respeito, gostaria de lhe fornecer algumas sugestões para desenvolvê-las:

  • Enfrente os problemas e busque soluções. Você não pode evitar que coisas desagradáveis ​​aconteçam a você, mas você pode mudar sua maneira de interpretá-las e reagir a elas. Não fique longe do problema, pense que é um desafio que deve ser superado. Você tem capacidade suficiente para enfrentá-los e para encontrar soluções adequadas.
  • Estabeleça metas e objetivos. Proponha metas realistas que ajudem você a começar a mudar o que deseja mudar. Coloque objetivos de muito curto prazo e cumpra-os. Ver como você consegue dar esses pequenos passos irá incentivá-lo a seguir o caminho até o seu objetivo.
  • Aceite a realidade. Se você não aceita a realidade tal e como ela é, nunca poderá mudá-la. A mudança faz parte da vida. Há circunstâncias que você não pode mudar, aceite-as para que sua atenção possa se concentrar nas que você pode modificar.
  • Aja. Não ignore nem fique paralisado diante dos problemas, eles não vão simplesmente desaparecer. Não fique desanimado se muitas das soluções não funcionarem, o importante é que você está tentando e sua mente continua a gerar soluções que, mais cedo ou mais tarde, darão frutos, continuará trabalhando, e você conseguirá.
  • Confie em você e seja otimista. Acredite na sua capacidade de resolver problemas e confiar em seus instintos. Você realmente não sabe o que pode fazer até tentar. Uma visão otimista da vida permite que você espere que a situação mude no futuro, e acima de tudo que você é capaz de controlar sua vida e fazer as mudanças necessárias para melhorá-la.

Todos podemos ser resilientes. Crescer neste campo nos permitirá aceitar a realidade como ela é. Assim, daremos um sentido mais profundo à vida ao tentar melhorar em tudo o que decidimos. 

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
PsicologiaTrabalhoValores
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia