Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Julho |
São Botvido
home iconAtualidade
line break icon

‘Hora do planeta’ escurece grandes cidades em alerta climático

BUENOS AIRES

HalloweenHJB | CC0

Agências de Notícias - publicado em 25/03/18 - atualizado em 25/03/18

Depois da Ópera de Sydney e dos arranha-céus de Hong Kong, o Kremlin russo e a Torre Eiffel em Paris se uniram neste sábado (24) à “hora do planeta”, com 60 minutos no escuro para mobilizar contra a mudança climática e para a importância da proteção à natureza.

Esta “hora do planeta”, cuja primeira edição começou na Austrália em 2007, será acompanhada ao todo por milhões de pessoas em 187 países, que irão apagando suas luzes às 20h30 locais.

As torres Petronas de Kuala Lampur, a torre Burj Khalifa de Dubai, a Acrópolis de Atenas e a basílica de São Pedro em Roma se uniram ao evento mais uma vez.

Os organizadores apresentam esta manifestação como “o maior movimento que vem da base” pela luta contra a mudança climática.

“Seu objetivo é despertar a consciência pela proteção do meio ambiente e da fauna selvagem”, explicou à AFP Dermot O’Gorman, responsável para a Austrália da organização de proteção da natureza WWF, que coordena o evento ao redor do mundo.

O estádio olímpico de Pequim e as pirâmides do Egito também se juntaram à campanha.

A “hora do planeta” “acontece em um momento em que a população e a Terra se encontram sob pressão. As alterações climáticas vão ser mais rápidas que nós. Suas consequências são inquietantes”, explicou o secretário-geral da ONU, António Guterres, em um vídeo publicado no Twitter.

Neste ano, a mobilização se concentra nos efeitos da mudança climática sobre a biodiversidade e as espécies animais e vegetais.

Por mais simbólica que seja, esta campanha anual permitiu no passado alguns êxitos, como a proibição do uso de plástico nas ilhas Galápagos e a plantação de 17 milhões de árvores no Cazaquistão.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
3
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira reza todos os dias às 3h ...
4
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
5
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
6
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
7
Anna Gębalska-Berekets
O que falar (e o que não falar) a um ente querido com câncer
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia