Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Por que a espiritualidade nos torna mais humanos?

SPIRITUAL
Lolostock - Shutterstock
Compartilhar

Entenda como o crescimento espiritual pode dar mais sentido à vida do ser humano

O mundo contemporâneo é marcado por múltiplas manifestações daquilo que muitos chamam de espiritualidade, pois, em sua essência, o ser humano é espiritual. A espiritualidade vem de dentro, é uma espécie de força interna que dinamiza as dimensões do ser humano.

O crescimento espiritual está definido como um processo de evolução que o ser interior protagoniza, mas que tem consequências sobre o desenvolvimento de todas as áreas da vida do ser humano, como a profissional, acadêmica e social.

A pessoa cresce espiritualmente quando consegue incorporar a todos os atos de sua vida valores como: tolerância, compaixão, desapego, generosidade, perdão, discrição e todos aqueles que aprendem em cada etapa de sua vida. E quando falo de todos os atos da vida, quero dizer TODOS, principalmente os menores e cotidianos: o trato com nossa família, a convivência com nossos companheiros de trabalho etc.

O crescimento espiritual melhora a forma como nós nos relacionamos com quem nos rodeia e vem como efeito de uma transformação real.

O Diccionario de espiritualidad (2005) diz que “nenhum ser humano pode viver sem espírito, especialmente se se move com ondas motivacionais e convicções. [Isso] pertence, pois, ao substrato mais profundo do ser humano”.

A abertura à transcendência

Esta experiência é uma condição inerente ao ser humano e, de maneira especial, aos que têm um sentido diferente para a vida. Ou seja: falar de espiritualidade é dar significado às motivações e aspirações genuínas do ser humano, a partir da ordem do espírito.

Sem dúvidas, a espiritualidade é uma via de aperfeiçoamento. A partir dela, a pessoa pode chegar a ser mais pessoa e o humano mais humano em todas as dimensões.

No mundo moderno, muito se fala sobre qualidade de vida. Tanto que os sistemas empresariais, governamentais e educacionais são medidos por índices de qualidade. Sob alguns parâmetros, desenham-se estratégias e alternativas de progresso e avanço.

A condição de transcendência do ser humano não está longe destas coordenadas, já que nos ideais das pessoas que apostam na espiritualidade encontra-se a ideia de que esta ajuda a favorecer as condições de vida, já que, a partir dela, pode-se aprender a entender outros pontos de vista e gerar novas esperanças.

Ser espiritual também é esperar que as obras da vida tenham seu efeito positivo em algum momento da história pessoal. Quando se fala em desenvolvimento, não se pode falar de imediatismo. Esse processo requer perseverança, esforço, sacrifício, dedicação e o profundo convencimento de que a semente que se planta leva tempo para germinar.