Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Por favor, ajude-nos a manter este importante serviço. APOIE AGORA
Aleteia

Igreja de Sveti Stefan, a igreja de ferro que reabre na Turquia

STEPHEN CHURCH
Shutterstock-Resul Muslu
Compartilhar

O presidente Erdogan lembra que o estado tem que proteger o direito de culto de todos

 

Sete anos fechada. A Igreja de Santo Estevão (Igreja de Sveti Stefan) foi fechada para restauração, eles diziam. E assim foi. Não era um fim caprichoso. Esta igreja da comunidade cristã ortodoxa búlgara, um edifício do século XIX em Istambul, de maioria muçulmana, reabriu suas portas e o fez com grande estilo, com o presidente turco Recep Tayyip Erdogan, com o primeiro-ministro Binali Yildririm e com o primeiro-ministro búlgaro, Boyko Borissov.

Obviamente, não é uma mera restauração de uma igreja, mas a liberdade de culto em um país onde as restrições às liberdades foram colocadas sobre a mesa.

Erdogan aproveitou a oportunidade para lembrar que o Estado turco é responsável por garantir a todos, independentemente de suas crenças, o direito de praticar sua religião livremente. “Algumas lembranças amargas não precisam deixar a longa história de convivência”, disse ele.

Esta famosa igreja, também conhecida como a “igreja de ferro”, é a única igreja do mundo construída basicamente com ferro, e em sua restauração interveio a Turquia e a Bulgária. Está localizada em Balat, um distrito histórico de Istambul. A maior parte dos milhões que custou a restauração, aproximadamente 4,5 milhões de dólares, foi custeada pelo Estado turco.

O governo turco explicou que deu fundos para restaurar mais de 5.000 edifícios no Oriente Médio, África do Norte e os Balcãs e disse que desde 2002 estão devolvendo propriedades aos judeus e gregos em sua área. Aya Yorgi em Istambul foi devolvida aos ortodoxos gregos, e Aya Nikola em Gökçeada também, bem como a igreja católica síria de Iskenderun.

A igreja foi construída com 500 toneladas de ferro da Áustria em 1898. A herança cristã búlgara remonta ao século XVIII em Istambul, e a igreja também é um símbolo cristão na cidade, que foi devastada quando os otomanos tomaram Constantinopla (Istambul) em 1453.

A igreja está aberta das 9h às 17h e embora a comunidade búlgara seja pequena e não possa celebrar o culto diariamente, somente fará isso em festas litúrgicas designadas e, acima de tudo, será um incentivo para os turistas que poderam visualizar a presença cristã em terra turca.

 

Milhões de leitores em todo o mundo – incluindo milhares do Oriente Médio – contam com a Aleteia para se informar, buscar inspiração e conteúdos cristãos. Por favor, considere a possibilidade de ajudar a Edição em Árabe com um pequeno donativo.