Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Em foco

Facebook pede desculpas por ter bloqueado Jesus na cruz

REJECTED

Franciscan University of Steubenville

Jaime Septién - Reportagem local - publicado em 06/04/18

Para a rede social, a imagem era “impactante e excessivamente violenta”

Como muitas outras instituições católicas, a Universidade Franciscana de Steubenville, em Ohio, nos Estados Unidos, usou, na última Sexta-feira Santa, uma imagem de Jesus crucificado em uma publicidade no Facebook.

Mas a equipe da rede social bloqueou o anúncio, alegando – fora do contexto religioso e da profundidade histórico da crucificação de Jesus – que a imagem era “impactante e excessivamente violenta”, segundo o que disse o porta-voz da universidade.

Um de 10

A universidade publicou 10 anúncios no Facebook para difundir seu programa de mestrado em Teologia, Catequese e Evangelização. Tom Crowe, diretor de Comunicação da instituição, disse à rede televisiva Fox News que não sabe o motivo pelo qual o Facebook bloqueou justamente a imagem que representava o crucifixo de São Damião – a cruz franciscana por excelência

“Pode ter sido um algoritmo ou um empregado [do Facebook] que tem algo contra o cristianismo”, disse Crowe. “Por alguma razão, o Facebook bloqueou a cruz”.

Quase uma semana depois, o Facebook se desculpou pelo “erro”. Um porta-voz da empresa disse à Fox: “nossa equipe processa milhões de anúncios todas as semanas e, algumas vezes, cometemos erros”.

Haveria outro motivo?

Certamente, há erros e erros. E esse, seguramente, foi intencional, já que o próprio porta-voz da rede social reconheceu: “esta imagem não infringe nossas políticas publicitárias. Nós pedimos desculpas pelo erro e informamos ao anunciante que aprovamos o anúncio”.

Mesmo assim, segue a dúvida sobre o motivo do bloqueio em uma data tão importante para os cristãos. O que intriga, como disse Crowe, é que “o Facebook aprovou outros anúncios com a mesma imagem, o que me leva a pensar que não era um algoritmo, mas um empregado que deixa passar muitos e muitos anúncios e teve algo pessoal contra esse”.

Um momento de aprendizagem

“Reitero que não estou falando de intolerância religiosa sistêmica no Facebook. Mas, neste caso, parece que algo aconteceu em uma situação pontual”, sublinhou o encarregado de comunicação digital da Universidade Franciscana de Steubenville.

Crowe também qualificou a censura como um “momento de aprendizagem” e um alerta para todos. Ele escreveu um artigo que foi publicado no site da universidade. O título é “Foi rejeitado”. O autor diz que, é assim [com rejeição] que a humanidade reage à forma como Deus se humilhou até a morte na cruz.

“Espero que as pessoas voltem a olhar a cruz e vejam o que Deus fez por nós, seja através de uma volta à fé ou de uma investigação dessa coisa chamada cristianismo”, finalizou Crowe no artigo.

No ano passado, várias páginas católicas brasileiras foram tiradas do ar pelo Facebook (saiba mais sobre este assunto clicando aqui).

Com informações da Fox News

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Cristianismotecnologia
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia