Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

Flor cuja forma recorda Nossa Senhora está emocionando internautas

flor Maria
Reprodução internet
Compartilhar
Comentar

Não precisamos atribuir caráter "milagroso" ou "sobrenatural" a um fenômeno para apreciarmos a sua beleza e capacidade de inspiração

Está sendo compartilhada nas redes sociais esta bela foto de uma flor cuja forma recorda a de muitas imagens dedicadas a representar Nossa Senhora.

Milagre?

Não se pode falar tecnicamente em milagre quando existem explicações científicas plausíveis para um acontecimento. É muito comum que elementos da natureza apresentem formas curiosas e inspiradoras, inclusive recordando pessoas. Pode acontecer com flores, com a disposição dos ramos de uma árvore, com as nuvens, com os contornos de uma montanha, com as curvas de um rio fotografado do alto…

É relativamente frequente que se compartilhem nas redes sociais diversas imagens cujo aspecto remete de algum modo à Mãe de Jesus. Inclusive, é comum que algumas pessoas se refiram a tais imagens como “milagres”, um termo que, na grande maioria dos casos, é bem intencionado, mas precipitado e equivocado caso se pretenda usá-lo como termo técnico. Milagres são fenômenos cientificamente inexplicáveis, que contradizem as regras da natureza conforme as conhecemos. São necessários criteriosos e detalhados estudos científicos para que algum fenômeno possa ser oficialmente declarado como de caráter sobrenatural.

A Igreja católica segue critérios científicos bastante rígidos para afirmar algum milagre. Os milagres de cura, por exemplo, chegam a demorar décadas até serem reconhecidos. Os fatos precisam ser cuidadosamente estudados por médicos, revisados por cientistas (na maioria dos casos, laicos e até mesmo ateus), expostos às críticas públicas e, só depois de feitos todos os estudos científicos, a própria Igreja faz a análise teológica mediante o trabalho das suas comissões de especialistas em teologia. Você pode conhecer um pouco mais sobre a delicada avaliação de supostos milagres por parte da Igreja clicando neste artigo (sobre os 7 critérios para se declararem milagrosas as curas que acontecem no santuário de Lourdes); neste outro (sobre 5 milagres que a ciência não conseguiu explicar até hoje); e neste outro (sobre a médica ateia que avaliou mais de 1400  milagres e testemunhou que eles realmente existem).

A criação naturalmente remete ao Criador

Entretanto, não é preciso atribuir caráter milagroso ou sobrenatural a um fenômeno para apreciar a sua beleza e a sua capacidade de inspiração.

É o caso da bela flor cuja foto está sendo compartilhada porque recorda Nossa Senhora. A beleza natural de toda flor já é deslumbrante em si mesma e suficiente para nos remeter Àquele que criou as infindáveis maravilhas que nos cercam. Se algumas dessas obras da natureza criada por Deus ainda nos recordam Nossa Mãe Maria, temos um motivo adicional para contemplá-las de coração leve e agradecido!

A criação, afinal, está repleta de traços do Criador, que são sinais de esperança e de significado em meio ao aparente caos do cotidiano. Talvez isso mesmo já seja milagre suficiente…

Aleteia Top 10
  1. Lidos
    |
    Compartilhados
  2. Giovanni Marcotullio / Francisco Vêneto
    Entre insultos estarrecedores à família, juiz …
  3. Prof. Felipe Aquino
    São Jorge é santo mesmo?
  4. Ary Waldir Ramos Díaz / Redação da Aleteia
    Papa: por que devemos fazer o sinal da cruz nos …
  5. Giovanni Marcotullio / Redação da Aleteia
    Aleteia está em Liverpool para acompanhar a luta …
  6. Giovanni Marcotullio / Francisco Vêneto
    Entre insultos estarrecedores à família, juiz …
  7. Ary Waldir Ramos Díaz / Redação da Aleteia
    Papa: por que devemos fazer o sinal da cruz nos …