Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Religião

A história dos sapatos vermelhos do Papa

RED SHOES

TIM SLOAN - AFP

Reportagem local - Adriana Bello - publicado em 12/04/18

E por que o Papa Francisco decidiu não usá-los

Muitos ainda se lembram dos Papas São João Paulo II e Bento XVI com seus sapatos vermelhos – e alguns, inclusive, se perguntam por que o Papa Francisco não os utiliza.

Esses sapatos são tão antigos quanto a Igreja e têm um significado específico, assim como quase todos os elementos visíveis relacionados tradicionalmente aos Papas.

A maioria dos Papas costumava usar três tipos de sapatos: um sapato vermelho mais leve para usar no interior do Vaticano; sandálias episcopais para celebrar a missa conforme as cores litúrgicas (até 1969); e sapatos de couro vermelho, mais fortes, para serem usados em ambientes externos. É destes últimos que vamos falar.

Quanto à cor: no mundo secular, o vermelho quase sempre foi associado, de alguma forma, ao poder real, mas, na Igreja, essa cor recorda primariamente o Sangue da Paixão de Cristo e, por extensão, o amor de Deus pela humanidade, além do amor de todos os mártires que deram a vida por Cristo. Para deixar este simbolismo mais claro, os sapatos de couro vermelho dos Papas costumavam trazer ainda uma cruz bordada em dourado.

Os Papas Paulo VI, João Paulo I e João Paulo II foram sepultados usando esses sapatos. O Papa Emérito Bento XVI também os usou, juntamente com outros elementos simbólicos tradicionais.

BENEDICT XVI
Shutterstock-Eugenio Marongiu

Já o Papa Francisco preferiu continuar usando os sapatos pretos com que já estava acostumado e que são feitos pelo mesmo sapateiro argentino há mais de 40 anos: Carlos Samaria.

Setores mais agressivos da mídia laica, que fizeram o impossível para atacar de todas as formas o pontificado de Bento XVI, chegaram a noticiar, falsamente, que os sapatos do pontífice eram um símbolo de luxo, embora o significado desses sapatos fosse público e tradicional no papado já fazia séculos e séculos. Aliás, também foi noticiado, com a mesma falsidade, que o trono do Papa era de ouro maciço, quando se trata na realidade de madeira pintada. Esses mesmos setores da mídia também procuraram levar a crer, com todas as desculpas imagináveis, que existiria uma “ruptura radical” entre os pontificados de Bento e Francisco, tese que os dois Papas já negaram repetidas vezes, frisando constantemente a continuidade, a coerência, o apreço recíproco e a mútua colaboração. É visível que existem diferenças de estilo pessoal, que são acidentais, mas é igualmente notória a coesão em torno à doutrina e à fidelidade da Igreja ao Evangelho, que é o essencial e imutável.

Os sapatos vermelhos, enfim, são apenas um símbolo, que, embora bonito e singelo, é secundário, não obrigatório – por isso mesmo é que o Papa Francisco não os está usando, optando por evitar polêmicas desnecessárias a respeito de algo que não é essencial. Dito de outra forma: ele preferiu sacrificar um aspecto simbólico que poderia tranquilamente ser entendido em seu significado próprio e edificante, mas que não é indispensável, e fez isto a fim de priorizar a concórdia com pessoas dispostas a arranjar polêmicas estéreis que simplesmente não valem a pena diante de temas muito mais relevantes.

POPE FRANCIS
© Antoine Mekary - ALETEIA
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
História da Igrejapapassimbolos
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia