Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Papa Francisco: seguir Jesus não por interesse, mas pela fé

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE
Antoine Mekary | ALETEIA | I.MEDIA
Compartilhar

O Papa Francisco celebrou a missa na capela da Casa Santa Marta, na manhã desta segunda-feira (16/04).

Em sua homilia, o Pontífice advertiu a não seguir Jesus por “interesse”, ou seja, pelos milagres que realiza, e exortou a buscá-lo pela fé, para ouvir a sua Palavra. Portanto, é necessário refrescar a memória sobre o que o Senhor realizou em nossa vida a fim de responder com amor.

Não procurar Jesus pelos milagres

O Papa se inspirou no Evangelho de João, da liturgia de hoje, onde se narra que depois da multiplicação dos pães e dos peixes, uma multidão queria fazer de Jesus rei e o procurou não apenas para ouvi-lo, mas por “interesse”, porque fazia milagres.

Jesus, no entanto, se retira e, quando encontra a multidão, a repreende: “Estais me procurando não porque vistes sinais, mas porque comestes pão e ficastes satisfeitos.”

O Papa observou dois aspectos: de um lado procuravam Jesus para sentir como a sua Palavra “chega ao coração”, pela fé, de outro também por interesse. Eram pessoas boas, mas com uma fé um pouco interesseira. Jesus repreende a pouca fé e elogia quem se aproxima dele com fé.

Procurar o amor de Jesus

Um comportamento que transparece também na cura do possuído por demônios na região dos gerasenos: quando as pessoas veem que ele perdeu os porcos, pensam que não as convêm, que elas perdiam dinheiro e, portanto, disseram-lhe para ir embora.

Outro comportamento é a cura dos dez leprosos: somente um volta para agradecer enquanto os outros, depois da cura, se esqueceram de Jesus. Por isso, Jesus convida a trabalhar não pelo alimento que perece, mas pelo que permanece para a vida eterna, isto é, pela “Palavra de Deus e o amor de Deus”.

(Rádio Vaticano)