Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

Vídeo de estagiário de restaurante ajudando deficiente a comer viraliza na web

MAN,FEED
Compartilhar

O jovem não sabia que estava sendo filmado e se surpreendeu com a repercussão do gesto de solidariedade

Um pequeno gesto, um “simples gesto” como muitos tem falado, tem ganhado proporções gigantescas. Até o momento são mais de 14 milhões de visualizações de um vídeo mostrando um jovem que trabalha no Giraffas ajudando um desconhecido a se alimentar em um shopping de Salvador.

O jovem em questão chama-se Wellington Bruno de Oliveira Sacramento, tem 17 anos, e mora no bairro de Sussuarana, em Salvador, BA, junto com sua mãe e irmãos.

Bruno é estagiário na rede de restaurantes há quase um ano, e protagonizou (sem saber) uma cena em que ajuda um senhor com deficiência física a se alimentar. A cena em si foi gravada por Laura Victória e desde então tem ganho comoção nacional, pois trata-se de um gesto de gentileza para alguém que ele nem conhecia. Assista ao vídeo:

 

É uma coisa normal que fiz, e às vezes a gente acha que não é nada, e às vezes é tudo, diz ele em conversa por telefone que tivemos se referindo à repercussão do vídeo.

O que aconteceu foi que Bruno levou o pedido de almoço comprado por um homem chamado Pablo Washington, que tem problemas de articulação nas mãos. Ao entregar a comida ele percebeu que o homem não conseguiria comer sozinho. Então ele sentou na mesa junto com ele e foi dando a refeição em sua boca.

“Quando soube da repercussão levei um susto, porque fiz algo normal”.

O jovem, que sonha ser jogador de futebol, afirma que não havia falado pra ninguém sobre o que tinha feito, justamente por achar uma atitude normal, nem pra sua mãe ou amigos ele disse. Por isso, o susto foi grande quando soube que haviam lhe filmado. “Oxe, que vídeo?” ele disse quando lhe contaram que ele tava famoso.

Sobre o motivo de ter feito tal atitude, ele nos contou que aprendeu a respeitar as pessoas pela educação que teve de sua família, em especial de sua mãe, mas que também tem aprendido muito no Giraffas, pois o respeito é um valor muito forte dentro da empresa.

O jovem começou a trabalhar na rede de fast-food pois precisava ajudar em casa, pois na época que ele entrou na empresa sua mãe e pai estavam desempregados (eles não moram juntos, mas se ajudam na criação dos filhos) atualmente ela trabalha como vendedora de colchões e seu pai também já está trabalhando.

E fica pra nós uma grande lição, de que na verdade um pequeno gesto não tem nada de simples, e que são justamente essas atitudes que nos lembram o quão grandioso pode ser o ser humano.

Parabéns Bruno, que você consiga realizar todos seus sonhos!

 

(Razões Para Acreditar)