Aleteia

Os ícones dos apaixonados

LOVE
Shutterstock-Anna_leni
Compartilhar

Por que usamos tantos emojis e emoticons para expressarmos sentimentos na internet?

O amor tem suas fórmulas e também seus mal-entendidos. É por isso que não param de surgir os emoticons, aqueles desenhos feitos a partir caracteres do teclado do computador ou do celular que são usados para demonstrar estados emocionais na internet, principalmente em mensagens instantâneas compartilhas no celular.

Na mesma onda, também vão os emojis, que são as figurinhas já prontas oferecidas pelos aplicativos de mensagens instantâneas.

Mas os apaixonados que se cuidem, pois o uso deste recurso pode acabar mal.

O especialista em tecnologia Jordi Jubany alerta para o “cyberbulling” e o “cyber-assédio” provocados pelo uso da tecnologia com intenção de atacar, molestar e até ameaçar as pessoas com temas muitas vezes relacionados com a vida de casais ou de más práticas, como o “sexting” (criação e envio de conteúdo sexual pela internet) ou o “grooming” (estratégias usadas pelos adultos para ganhar a confiança de menores).

Jubany reconhece que “nem sempre é fácil administrar as relações virtuais nem as imagens de ex-casais nas redes”. Este é um problema novo, que algumas gerações de adultos não viveram.

Os emoticons de texto mais usados entre os apaixonados são os seguintes:

Inocência: O:-)
Choro: (;_;)
Risada: xD
Gargalhada: (^-^)v
Sono: (z_z)
Palhaço: :o)
Cumplicidade: (~_^)
Timidez: (#^.^#)
Surpresa: (O_O)
Tristeza: (u_u)

Em seu livro Hiperconectados? Educarnos en un mundo digital (em espanhol), Jubany se refere também ao vídeo (também em espanhol) que demonstra a fraqueza e a facilidade que a comunicação digital tem para causar mal-entendidos:

O autor nos convida a comentar sobre estes temas da cultura digital e emoções com a hashtag #hiperconectados?

Você se anima?

Boletim
Receba Aleteia todo dia