Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Federação Internacional Médicos Católicos, caso Alfie: “Tirania médica deve parar!”

Tom e Alfie
Alfie's Army
Compartilhar

Nota oficial da Federação Internacional das Associações Médicas Católicas denuncia com veemência as ações inaceitáveis do Hospital Alder Hey

Reproduzimos abaixo, traduzida ao português, a nota oficial publicada pela Federação Internacional das Associações Médicas Católicas a respeito do caso Alfie Evans. O texto original em inglês pode ser conferido diretamente no site da Federação, aqui.

Estamos profundamente preocupados e indignados com o tratamento e os tipos de cuidados oferecidos a Alfie Evans. Querendo retirar o tratamento para que ele morresse, as autoridades médicas levaram Alfie ao Supremo Tribunal [do Reino Unido]. Com isso, e em decorrência da ação judicial do hospital, os pais perderam o direito de tomar as decisões sobre o seu amado filho. Eles só podiam “aconselhar” o Tribunal e observar os juízes tomarem as decisões em nome de Alfie.

O Supremo Tribunal decidiu que era do “melhor interesse” de Alfie ser morto, autorizando assim a retirada do tratamento. Como resultado, os pais estão sendo torturados e obrigados a apenas observar enquanto o hospital toma medidas que devem levar a criança à morte.

Existe uma alternativa viável (nomeadamente, a transferência via ambulância aérea para avaliação aprofundada em um hospital especializado, em Roma); no entanto, o hospital e os médicos responsáveis ​​por Alfie insistem em mantê-lo sob os seus cuidados e em trajetória rumo à morte. Alfie tem recebido um pouco de oxigênio e hidratação, mas obter esses recursos para ele exigiu um grande esforço. Foi oferecida também a sedação, embora (ao que sabemos) ela não tenha sido aplicada até o momento. Caso seja aplicada a sedação, Alfie terá insuficiência respiratória e morrerá ainda mais rapidamente.

Ações como essas trouxeram o Hospital Alder Hey ao centro das atenções mundiais e, por extensão, colocam toda a nossa profissão em descrédito.

A tirania médica deve parar. O pobre Alfie não pode ser morto desta maneira. Exigimos que as autoridades permitam a transferência segura de Alfie para Roma.

Respeitosamente, insistimos que, com efeito imediato, o GMC [Conselho Geral de Medicina do Reino Unido, ndr] investigue as ações dos médicos encarregados destes cuidados. Os médicos, sem qualquer dúvida, deveriam recusar-se a implementar uma decisão tão tirânica e permitir que Alfie seja transferido para Roma.

Dr. Anthony Cole, pediatra. Aliança pela Ética Médica [Medical Ethics Alliance]. Emérito Mestre Nacional da Associação de Médicos Católicos do Reino Unido [Guild of Catholic Doctors – UK]

Dr Thomas Ward

Dr Adrian Treloar MV BS FRCP MRCPsych MRCGP

Dr Robert Hardie

Dr Josephne Venn-Treloar MB BS

Philippe Schepens MD

Theresa Mandeville RN, MSN, CMSRN

Carlos A. Casanova, PhD

Deacon William V. Williams, M.D.

Dr. Adrian Quinn, Psy. D.

Dr Maria Isabella Sereni

Sara Brugnoli MD

Erica Damler

W W Bendi

Belinda Bright

Elizabeth Heare

Lisa Power

Pauline Woodcock

Francesca.Sorrentino

Annamaria Zardini

Enrico Finetti

Sara McGreevy

Margaret Czyz

Laura Huffman

Michelle

Laura Bolster

Anna Robinson

Anna Maria Napoli

Doyen Nguyen

Angela Southwood

Noli A. Mababangloob

Jonathan Sharman, Clinical Audit Coordinator

Kareena Leaker

Ana Brillon

Mrs Elizabeth Rhodes

Alex Hewitt

Helena Manuela Rodrigues Freitas

Ryan DellaCrosse

Nicole Murray (Paramedic)

Katie Abbott

Alan Yates.

Maureen Bennett

Iwona Ożarowska

Stacy Mooney

Natasha Barrett

Maria Love

Aga Anisimowic

B Cameron

Ciara O’Connor

Jackie Jones

Amy Rowles

Charlene S

Pietro Friscuolo

Mrs Evelyn Davie

Joseph Burnham, DC

Convidamos os médicos a co-assinarem esta petição. Se você deseja firmar esta declaração, por favor escreva para secretary@medethicsalliance.org.uk