Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Atualidade

Nove mil nepaleses perderão estatuto de proteção nos EUA

UN Women-N. Shrestha-CC

Agências de Notícias - publicado em 26/04/18

Nove mil nepaleses que tinham permissão para residir nos Estados Unidos desde o devastador terremoto que sacudiu seu país em abril de 2015 perderão seu estatuto de proteção em junho de 2019, anunciou o governo nesta quinta-feira (26).

O Departamento de Segurança Nacional dos Estados Unidos (DHS, em inglês) informou que a revisão das condições atuais no Nepal mostrou uma melhora e que já não apoiava mais o Estatuto de Proteção Temporária (TPS) outorgado aos nepaleses.

“Desde o terremoto de 2015, as condições no Nepal melhoraram significativamente. Além disso, desde a última revisão das condições do país, em outubro de 2016, o Nepal tem feito progressos substanciais na recuperação pós-terremoto e em reconstrução”, declarou o chefe do DHS, Kirstjen Nielsen, em comunicado.

Como consequência, “o Nepal pode agora administrar adequadamente o retorno de seus cidadãos”.

Os nepaleses com TPS têm até 24 de junho de 2019 para retornar.

Como parte de suas medidas severas contra a imigração ilegal, o governo do presidente Donald Trump revisou, e em sua maioria cancelou, programas TPS concedidos a cidadãos de diferentes nacionalidades que foram autorizados a permanecer nos Estados Unidos, enquanto seus países de origem se recuperavam de um desastre.

Em janeiro deste ano, o DHS anunciou o fim do TPS para salvadorenhos, estatuto que lhes foi concedido depois dos dois terremotos que devastaram grande parte do país em janeiro e fevereiro de 2001. A última extensão do TPS termina em 9 de setembro de 2019.

Em novembro 2017, 59 mil haitianos que tiveram a chance de ficar nos Estados Unidos após o terremoto de 2010 também foram informados de que em 18 meses teriam que deixar o país.

O TPS também terminará para cidadãos da Nicarágua e do Sudão, enquanto foi prorrogado para os imigrantes do Sudão do Sul até maio de 2019, e para outros países como Honduras, Síria e Iêmen estão sendo estudadas.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia