Aleteia
Sábado 24 Outubro |
São Maglório
Para Ela

A magia que chega ao casamento depois do ninho vazio

COUPLE

goodluz - Shutterstock

Luz Ivonne Ream - publicado em 27/04/18

Esta fase pode ser até uma segunda lua de mel para o casal que sempre investiu no amor

Definitivamente, o ninho vazio é uma prova de fogo para os casamentos. É quando comprovaremos se realmente investimos no nosso amor como casal ou se, simplesmente, fomos pais (e não companheiros).

Alguns matrimônios não sobrevivem a esta fase, já que os casais “sentem” que não há amor entre eles. Isso porque, ao longo da vida e durante os anos em que construíram a família, eles não alimentaram o vínculo mais importante: o de marido e mulher.

Eles deixaram de se cuidar e agora “sentem” que não há nada mais que os una. Então, decidem se separar, porque se veem como dois desconhecidos dividindo cama e teto.

Por isso, muito cuidado! Lembre-se de que o amor não pertence ao plano das emoções, mas ao plano da vontade.

Quando o último filho abandonar o ninho, apesar da dor que sentimos, temos que mudar nosso chip interior de tristeza por gratidão, e o de dor por satisfação.

A solidão, esse vazio interior que sentimos, deverá ser resolvida com paciência e amor (e, muitas vezes, regada a lágrimas). Temos que enfrentar juntos, marido e mulher, e respeitarmos nossos momentos de sofrimento. Nem que seja apenas com um olhar, o silêncio ou um aperto de mão.

Quando nos sentirmos cabisbaixos, vamos lembrar o quanto nos filhos ficariam felizes se tivessem voado do ninho e deixado seus pais se amando como uma família unida.

Tudo muda quando você sente a humilde satisfação de saber que os filhos não se vão porque estão fartos do ambiente familiar, mas porque precisam seguir os sonhos e as missões deles. Tudo isso nos ajuda como casais, para crescermos em mútua admiração e reconhecimento.

A minha sensação de vazio já passou. E, apesar de sentirmos saudade de nossos filhos, atualmente estamos vivendo uma segunda lua de mel. A diferença é que, agora, a relação está mais madura. É um amor que nasce de uma decisão consciente e madura de querer amar.

E como o amor maduro do casal pode crescer? Vou falar como acontece comigo e com meu marido.

Para começar, toda manhã, quando eu acordo, meu coração emana um profundo suspiro de gratidão por saber que haverá um novo dia para eu continuar amando meu marido. Sou muito feliz pelo simples fato de ele existir e estar ao meu lado. Nosso dia começa e termina com um beijo e com um “eu te amo, obrigado por me fazer tão feliz”.

Diariamente, nós dois trabalhamos para construir e alimentar nossa relação, levando em conta nossas mútuas necessidades e fazendo de tudo para que elas sejam satisfeitas.

Nós também enviamos mensagens de texto um para o outro para nos fazermos presentes e recordarmos o nosso amor.

Sempre damos risadas das coisas mais simples e vivemos um dia de cada vez. Já não nos preocupamos tanto com o amanhã. Queremos viver o hoje, amando-nos e cuidando de nós.

Nos dias de folga, vamos ao cinema à meia noite ou ficamos até altas horas da madrugada assistindo filmes.

Também rezamos e ajudamos na comunidade juntos.

Enfim, fazemos de tudo para nos conquistarmos todos os dias como homem e mulher. Ele faz mágica na minha vida e eu na dele.

Nossa relação se tornou mais sólida, mágica e maravilhosa graças a esses detalhes. Parecemos recém-casados, pois o tempo é todo nosso. Além de querermos ser pais exemplares para nossos filhos, também queremos ser felizes.

Nós dois continuamos com nossos deveres profissionais, mas a nossa autêntica realização é a pessoal. Ele é a prioridade da minha vida e eu a dele.

Portanto, se você está passando pela experiência do ninho vazio, lembre-se de alimentar seu amor por meio de detalhes diários. Maridos e esposas, aproveitem essa fase da vida e cresçam no amor. E, quando estiverem diante de Deus, digam: “Não poderia ter amado mais meu esposo (ou minha esposa)”.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CasamentoFamíliaFilhosmaridoMulher
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
Rosário
Philip Kosloski
Benefícios do Rosário: 3 virtudes que aprende...
Papa Pedro João Paulo II Bento XVI Francisco
Reportagem local
Pedro, João Paulo, Bento e Francisco: 4 Papas...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia