Aleteia
Terça-feira 27 Outubro |
São Fulco
Atualidade

Ativistas acusam governo indiano de tentar privatizar Taj Mahal

TAJ MAHAL

Shutterstock-Pikoso.kz

Agências de Notícias - publicado em 30/04/18

Defensores do patrimônio nacional da Índia acusaram neste domingo (29) o governo do país de tentar privatizar relíquias histórias como o Taj Mahal. As manifestações surgiram após o Executivo ter lançado um controverso projeto para permitir que companhias “adotem” dezenas de monumentos.

A oposição acusou o gabinete do primeiro-ministro, Nerendra Modi, de “alugar” monumentos através do programa “Adote um Patrimônio”, pelo qual 95 locais históricos passarão a ser geridos por empresas privadas.

O ministério do Turismo da Índia anunciou no sábado um contrato de cinco anos, por 250 milhões de rupias (3,7 milhões de dólares), com o conglomerado Damia Bharat pelo icônico Forte Vermelho de Délhi construído no século XVII – Patrimônio Mundial da Unesco – e outro forte no estado de Andhra Pradesh.

A lista também inclui outros monumentos como o Taj Mahal – pelo qual competem dois grupos – e o complexo Qutub Minar de Dhéli, do século XII, também parte do Patrimônio Mundial da Unesco.

Segundo o projeto, Dalmia Bharat poderá instalar publicidades, fixar preços de entradas e ganhar dinheiro com suas vendas sob a supervisão do governo.

Mas os críticos do programa o consideram uma forma de privatizar os locais e exigiram que, ao invés disso, se aumentem os fundos para conservá-los.

“Por que teria que alugá-lo? Hoje é um dia triste e sombrio em nossa história”, tuitou Mamata Banerjee, ministro principal do estado de Bengala Ocidental.

A historiadora e ativista Rana Safvi advertiu que na maneira como se controlará a gestão que as empresas realizam sobre esses monumentos ainda não está clara.

A Índia abriga cerca de 3.700 monumentos históricos, 31 deles inclusos na lista de Patrimônio Mundial da Unesco.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
SAINT MICHAEL
Philip Kosloski
Oração a São Miguel por proteção contra inimi...
São Padre Pio de Pietrelcina
Oração de cura e libertação indicada pelo exo...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia