Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Castidade é integridade

WOMAN
Compartilhar

Uma leitura para quem deseja ser coerente com sua escolha pela pureza

Se existe uma coisa que odeio é quando caio em duplicidade. Quando eu digo uma coisa e faço outra, não estou agindo como uma pessoa de confiança, como alguém que é apaixonada por suas crenças.

Vários anos atrás, eu não prestaria muita atenção ao que coloco nas mídias sociais. Mas depois de um tempo, percebi que algumas das minhas atividades online não refletiam meu desejo de crescer em castidade e puro amor. Uma piada interna, ou algo inapropriado que parecia engraçado na época, brilhava na frente das minhas centenas de “Friends” nas redes sociais.

Eventualmente, comecei a perceber que a forma como eu me descrevia para essas centenas de pessoas precisava coincidir com meus desejos de castidade. Então, comecei a limpar meu perfil online e fiquei mais atenta ao que coloco na internet. Eu queria que meu status, citações e fotografias estivessem de acordo com as minhas crenças e com a realidade. Que fossem a verdade.

Assim, eu comecei minha caminhada rumo a ser uma mulher mais integra. “Integridade” vem da palavra latina integra, significa inteireza. É a raiz da radicalidade cristã. Para crescer em castidade, eu precisava estar inteira. Eu tive que direcionar todo o meu ser para o objetivo da integridade, para que todas as minhas ações me ajudassem a continuar em direção a uma maior pureza.

Mas ainda não sou uma obra acabada, não sou ainda inteira, mas andei um percurso razoável, mas ainda estou tentando me tornar uma mulher mais íntegra a cada dia, anos depois de ter começado esta missão.

Deixar hábitos, práticas e comportamentos que não se alinham com a castidade pode ser muito difícil e super incomodo às vezes. Por exemplo, você começa a ler uma série de livros ou série e estava realmente gostando.

Mas, à medida que os livros prosseguiam, as referências sexuais gratuitas e grosseiras tornaram-se cada vez mais frequentes, e você se irrita. Mas ficará tentado a continuar, certo? – Pode apostar!, você me responde. A integridade está em perceber que encher mente com imagens e cenas impuras não é uma boa maneira de crescer em pureza.

É muito mais fácil deixar a virtude da castidade em nossos corações, como uma boa ideia que nos apegamos. Uma coisa que não é de fato para ser vivida, mas para ser pensada, falada, postada nas mídias, cantada numa música de retiro carregada na bateria.

Mas isso não nos satisfará. Nós vamos acreditar em uma coisa e fazer outra. Nossas ações irão contradizer nossas palavras. Nós vamos cair em duplicidade e isso nos destruirá por dentro. Se escolhermos esse caminho, não cresceremos na castidade tanto quanto gostaríamos. Nossas ações impuras impedirão o crescimento que desejamos. Escolher a integridade é difícil.

Se você quer ser casto, encorajo-o a perseguir esse objetivo com toda capacidade de decisão, vitalidade e virilidade que possuí. Esforce-se para ser um homem ou uma mulher de integridade. Deixe suas ações, palavras, roupas e vidas inteiras, deixe refletirem seu desejo pela pureza. Sim, esta decisão pode ser difícil às vezes.

Pode envolver recusar-se a assistir a um filme que não reflita a pureza. Pode envolver graciosamente afastar-se de conversas – ou mudar o tópico – quando o conteúdo não leva ao amor puro. Pode envolver se afastar de amizades ou relacionamentos impuros. Pode envolver desligar uma música ou fechar um livro.

Com toda a dificuldade que suas escolhas podem envolver, quero assegurar-lhe que para viver uma vida pura vale a pena tudo. Quando as decisões da sua vida se conectarem com o seu desejo de castidade, você não mais se segurará, mas estará verdadeiramente livre para crescer.

A duplicidade é um prisão.

Isso vale tanto para àqueles que desejam uma vida casta mas agem e se mostram como se não a quisessem, mas também para àqueles que se mostram de uma forma casta mas não estão vivendo-a de fato. Vale, portanto para os que estão “no muro” , no morno e como já devem saber, o muro pertence a Satanás.

Lembrando que somos um projeto que deve se deixar ser trabalhado e esse trabalho só finda na morte.

(via Salus in caritate)