Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

O incrível apostolado de jovens cristãos na ilha das drogas, do sexo e do álcool

24-7 ibiza

24-7 Ibiza

Reportagem local - publicado em 03/05/18

Num cenário famoso por loucas baladas eletrônicas, sexo promíscuo, drogas e álcool em doses cavalares, eles levam um convidado inesperado: Deus

Desde 2002, um grupo de jovens cristãos britânicos autointitulado 24/7 Ibiza dedica dias e noites, principalmente entre as 23h e as 7h da manhã, a recolher das ruas os “feridos” em mais uma batalha perdida contra as “liberdades” prometidas pelo hedonismo: garotas e rapazes bêbados, drogados, apagados.

Tudo começou com um grupo de oração, mas um dos membros, Charlie Clayton, observa:

“Não adianta ir a um lugar e começar a rezar ignorando as necessidades dos outros”.

Foi assim que o propósito do grupo se expandiu da oração, que certamente continua firme, para um apostolado abertamente “mão na massa”.

Charlie, sua mulher Abby e o grupo de voluntários cristãos agem na região de San Antonio, na ilha espanhola de Ibiza, mundialmente famosa como destino de viagem para jovens sedentos de balada eletrônica, sexo promíscuo, drogas e álcool em doses cavalares.

Charlie explica o apostolado:

“Metade da equipe fica rezando, na sala de oração, enquanto a outra metade anda pelas ruas. Trocamos de hora em hora. Se alguém bebeu demais ou usou drogas demais, nós o levamos até a sua casa [hotel etc.] , às vezes de cadeira de rodas ou, se for muito longe, de van”.

O grupo chega a ajudar mais de mil pessoas por temporada. Na de 2015, conversando com a revista canadense Vice, Charlie contou de que forma a fé entra em cena em suas abordagens:

“Quando vemos que eles estão muito bêbados, não é hora de falar com eles sobre fé. Mas quando não estamos ajudando pessoas a voltarem para casa, perguntamos nas ruas: ‘Você gostaria que rezássemos por alguma intenção?’. E, surpreendentemente, muitas vezes, a resposta é sim”.

Os jovens, mesmo envoltos na atmosfera de prazeres vendidos pela cultura do descarte e da fugacidade, pedem orações por suas famílias, pelo seu trabalho, pelo futuro, para atravessar fases difíceis e para superar doenças. “Às vezes eles fazem pedidos meio bobos, mas não tem problema. Não estamos à procura de orações perfeitamente estruturadas“, complementa Charlie.

Raramente há resistências violentas. Muita gente não entende direito o que esses jovens cristãos estão fazendo ali, mas, no geral, os jovens festeiros abordados por eles são receptivos. Segundo Charlie, ninguém reagiu mal até hoje ao ser ajudado, embora haja, de vez em quando, quem se sinta “confuso”. Charlie explica:

“Nós queremos encarar [as condições em que encontram os jovens na ilha] como se Jesus tivesse entrado na vida desastrosa deles para purificá-los e ajudá-los a chegar em casa”.

Quanto aos resultados do apostolado, o missionário afirma:

“Já houve gente que veio a Ibiza e depois se tornou cristã. Ajudamos muita gente que nunca mais voltamos a ver. Mas não é assim que medimos os nossos êxitos”.

A respeito da tentação de eles próprios experimentarem as drogas, Charlie responde à Vice:

“É uma pergunta difícil. Não dá para apoiar as drogas ilegais. Sim, é claro que as pessoas que tomam pastilhas [de ecstasy] parecem muito felizes. Vemos muitos casos assim e até se cria uma atmosfera que pode ser… interessante. Mas eu não acho que uma droga possa tornar você uma pessoa melhor. Na maior parte das vezes, a turma que levamos de volta para casa consumiu muito ecstasy e isso não é nada benéfico para o corpo, mesmo que a mente esteja a mil por hora”.

A revista provoca: se o ecstasy não é a resposta, que efeitos tem Jesus sobre o corpo humano? E Charlie não se faz de rogado:

“O efeito de Jesus no coração é fazer você acreditar que a humanidade foi criada para se relacionar com Deus. Isto sim satisfaz a alma. Aqui vem muita gente que procura constantemente, que tenta preencher esse vazio com o álcool ou com as drogas. Mas só Jesus pode preenchê-lo de verdade”.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
ConversãoDrogasJuventudeSexualidadeVícios
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia