Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 26 Janeiro |
São Timóteo e São Tito
home iconEstilo de vida
line break icon

Pais: seus filhos precisam mais do seu amor do que do seu dinheiro

Por Dragon Images/Shutterstock

A soma de todos os afetos - publicado em 03/05/18

O mundo se assusta com suicídios nas escolas, com séries como "13 Porquês"... Mas a solução pode estar dentro de casa

Na nossa sociedade capitalista, há a concepção de que presentes significam necessariamente amor e afeto. Dessa forma, os gestos genuínos que esboçam amor e carinho são substituídos por presentes e diversas atividades.

Hoje, a criança feliz é aquela que tem e faz de tudo, desde a natação, até o inglês, o francês e também o tênis. Nossas crianças sabem fazer muitas coisas, mas possuem pouco espaço dentro de suas próprias casas.

Pais sempre muito ocupados para seus filhos e que, ao mesmo tempo, ocupam demais os filhos, como forma de “suprir” essa falta. Não estamos, aqui, tentando culpabilizar os pais, mas promover uma reflexão sobre a relação pais e filhos, a qual é muito importante e tem sido deixada cada vez mais de lado.

Por mais que a criança tenha mil e uma atividades, aquela conversa, aquele abraço, aquele cuidado não são dispensáveis. Nós precisamos disso, precisamos saber que alguém zela por nós, precisamos ter um lugar para não só descansar no final do dia, mas para conversar e dividir os acontecimentos.

Os filhos também precisam desse espaço; a atenção não deve ser apenas de fora, mas também dos pais. Por isso, encher o seu filho de presentes não significa necessariamente que ele se sinta amado, presentes, dinheiro para comprar roupas, ir a festas, ou simplesmente ser um pai-mãe liberal; nada disso resume de que o seu filho necessariamente precisa.

Assim como em um relacionamento amoroso, presentes e jantares caros não sustentam um relacionamento; é preciso, nas relações entre pais e filhos, ir além, abrir espaço para diálogos, permitir que os filhos compartilhem suas histórias, seus anseios e suas angústias que, muitas vezes, ficam retidos pela tal “falta de tempo”. Por mais que esse desejo de se expressar não seja tão nítido, é preciso estimular essas relações de forma positiva.

A série “Os treze porquês” nos mostrou a importância das relações não só no âmbito social, mas também familiar. Nossas crianças e adolescentes querem ter um espaço de acolhimento dentro de seus lares, querem ter alguém para os defendê-los, ao invés de apenas julgá-los e culpabilizá-los.

Vejo muitos adolescentes que têm de tudo, desde o melhor celular, até a melhor roupa, o melhor tênis, as melhores viagens, mas que reclamam por não terem ninguém para ouvi-los. Pessoas que estão angustiadas e não sabem o que fazer com o seu sofrimento, que buscam alguém para partilhar, mas não sabem quem procurar e acabam vagando em busca de alguém que os escute, que acolha as suas angústias.

Não que a culpa seja da família, o que quero dizer é que, muitas vezes, os pais não se dão conta dessa necessidade seja pela rotina, pela correria, ou por inúmeras questões. O alerta vem como forma de voltar-se para essas relações e que os pais busquem fortalecer o relacionamento com os seus filhos, não por meio do dinheiro, de presentes, agrados e permissões, mas por meio da escuta, do companheirismo e da presença.

Nada disso supre a falta de um abraço caloroso; nada paga o colo no final do dia e o ombro amigo que permite chorar. Nada anula a presença e o cuidado. Afinal, amamos sentir que alguém zela por nós.

(via Soma de todos os afetos)

Tags:
FamíliaFilhosPaternidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
2
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
3
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
4
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
5
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da missa
6
Jérôme Lejeune
Francisco Vêneto
Descobridor da Síndrome de Down está em processo de beatificação
7
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia