Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

7 coisas que você precisa deixar de lado para ter um casamento feliz

HAPPY COUPLE
Hero Images | Getty Images
Compartilhe este artigo para ter a chance de ganhar uma peregrinação a Roma
Compartilhar
Compartilhei
Compartilhamentos

E não será tão difícil assim...

O casamento é como uma dança – requer que as pessoas pratiquem e trabalhem juntas. Às vezes um ou outro tropeçará ao longo do caminho. Mas é importante relevar esses passos em falso para que a dança final seja um belo reflexo do amor de um pelo outro.

Como fundadora do marriage.com, tive a oportunidade de trabalhar com conselheiros especializados em ajudar os casais a construírem relacionamentos mais fortes. Mary Kay Cocharo, uma terapeuta de relacionamento licenciada que trabalha com casais e famílias há mais de 25 anos, disse-me que, para construir um vínculo mais forte, é preciso abandonar algumas noções preconcebidas sobre o casamento.

Curiosa, eu lhe pedi que compartilhasse as sete coisas que ela sempre pede para os casais ignorarem. Seu casamento pode se tornar mais forte se você seguir estes conselhos.

A ideia do companheiro perfeito

Você realmente acredita que o parceiro ou parceira perfeita(o) existe? Se sim, o que faz você pensar que ele (ou ela) gostaria de estar com você?

“Às vezes, eu penso que a mulher, em particular, se casa com o homem dos sonhos dela e, em seguida, o coloca em um programa de “reabilitação” para fazer com que ele se transforme no homem que ela projetou desde o começo! Isso, como você pode imaginar, confunde e incomoda o homem”, diz Cocharo.

Então, como é o marido ou a esposa ideal? Pergunte a 10 pessoas e você receberá 10 respostas diferentes. Trish*, de Los Angeles, disse que seu companheiro perfeito seria alguém que faria pequenas coisas por ela. Já o marido dela, Al, acha que a companheira perfeita seria alguém que lhe desse muitos toques amorosos. Ambos precisavam ser amados; cada um de seu jeito. Ninguém estava certo nem errado.

Deixe de lado a ideia de querer “consertar” ou “mudar” seu cônjuge. Gaste sua energia celebrando o que você ama na pessoa que está bem na sua frente, fazendo o melhor que ela (ou ele) consegue.

Comparar o seu casamento com os outros

Olhando nos bancos da igreja, Mike não pôde deixar de reparar nos outros casais. Um deles estava sempre abraçado ou de mãos dadas. Outro casal era amigável e extrovertido, sempre convidando os outros para saírem juntos. Ainda havia outro casal que parecia ter tudo – ótimos empregos, tempo para se exercitar etc. Às vezes ele se voltava para sua esposa Nina e perguntava por que eles não se pareciam com nenhum daqueles casais.

É difícil não comparar seu relacionamento com os outros. Mas, se você quer um casamento feliz, precisa abandonar as comparações. O que Mike não sabia era que o casal de mãos dadas estava trabalhando em sua falta de intimidade, o casal que convidava amigos para sair tinha problemas de comunicação e o casal que “tinha tudo” estava realmente afundado em dívidas e estresse.

Lembre-se que a grama do vizinho nem sempre é mais verde que a sua. Você e seu esposo são pessoas únicas e o seu relacionamento é especial. Deixe de olhar para fora de sua relação – foque apenas no seu marido (ou esposa), e aí você não terá necessidade de fazer comparações.

Necessidade de sempre ter razão

Jacob e Sarah estão casados há mais de 12 anos. Durante esse tempo, eles têm discutido se devem ou não ter uma TV no quarto. Ele quer ter porque gosta de relaxar e assistir a um programa antes de adormecer na cama. Ela odeia a ideia, pois acha que o quarto deveria ser uma zona livre de distrações. Quem está certo?

A resposta é: ambos e nenhum dos dois. Este é um daqueles problemas que não têm uma resposta certa ou errada. (Você descobrirá que o casamento está cheio desses cenários de resposta inadequadas). Ainda assim, Sarah mostrou a Jacob os estudos sobre como uma TV no quarto afeta o relacionamento, a fim de provar que ela estava certa. Mas o que ela realmente precisava fazer era ouvir o marido.

Existem alguns valores não negociáveis que devemos defender, mas em um casamento você deve considerar a outra pessoa. Pergunte a si mesmo: é mais importante estar “certa” ou felizmente casada? Essa coisa em particular significa muito para mim? Ou um pouco? O que você está discutindo é realmente importante?

O passado machuca

Os casamentos simplesmente não podem avançar se um dos parceiros se apegar a transgressões passadas. Esse foi um grande problema no casamento de May e Alex. Ela simplesmente não conseguia perdoar um grande erro que ele havia cometido no passado, e isso estava impedindo que o casamento deles evoluísse.

Se você não consegue esquecer e perdoar brigas ou incidentes do passado, seria importante procurar aconselhamento para descobrir como vencer isso.

Cocharo observa: “se você está enfrentando conflitos, isso não significa que você tenha escolhido a pessoa errada para se casar. Simplesmente não é verdade. Conflito nos relacionamentos é o crescimento tentando acontecer. É um convite para você se tornar um(a) parceiro(a) melhor.”

Pensar só em você

Hillary gosta de sair e se exercitar, mas o marido dela, Paul, com quem ela se casou há seis anos, prefere ficar em casa, ler ou assistir a vídeos. Nos primeiros anos de casamento, ela implorou a Paul que a acompanhasse em caminhadas ou na prática de esportes – o que ele concordou, porque a amava e queria passar um tempo com ela. Depois de um período, no entanto, ela percebeu que ele não estava gostando muito dos passeios.

Então ela encontrou uma amiga que também gostava de caminhar e passou a ir com ela. Hillary também se matriculou em uma academia e frequenta regularmente as aulas. Paul a encoraja a se exercitar, e fica feliz ao cumprimentá-la quando ela chega em casa. Hoje em dia, eles passam o tempo juntos no cinema ou saindo para jantar.

Não é porque vocês são casados que vocês têm que fazer tudo juntos. Na verdade, tirar um tempo para cada um contribuirá para uma experiência mais rica depois, quando vocês estiverem juntos.

Acreditar que o sexo será sempre fantástico

Cocharo aconselha: “Você precisa deixar de lado a ideia de que o sexo sempre será tão bom quanto no começo … mas tenha em mente que você ainda poderá ter um relacionamento afetivo e emocionalmente unido …”

Pensar que ter filhos vai deixar o relacionamento melhor

“Deixe de lado a ideia de que os filhos melhorarão seu relacionamento”, sugere Cocharo. “Não me entenda mal, você vai ficar absolutamente ligado ao amor e ao compromisso com seu bebê. Mas, muito provavelmente, vocês também perderão noites de sono, ficarão irritados e sem tanto tempo para o seu casamento quanto antes”.

Então, o que os pais devem fazer?

“Este é um bom momento para simplificar seu calendário social e voltar-se para o relacionamento. Arranje algum tempo de qualidade apenas para vocês dois, mesmo que seja uma caminhada de 20 minutos ou um abraço de 10 minutos. As crianças aceitam e merecem um grande compromisso de tempo entre seus pais. Mas não se esqueça de que a base da família é o seu relacionamento”.

*Os nomes são fictícios

Selecione como você gostaria de compartilhar.

Compartilhar
* O crédito para artigos compartilhados será fornecido somente quando o destinatário do seu artigo compartilhado clicar no URL de referência exclusivo.
Clique aqui para mais informações sobre o Sorteio da Aleteia de uma Peregrinação a Roma

Para participar do Sorteio, você precisa aceitar os Termos a seguir


Ler os Termos e Condições