Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

Estressada e sobrecarregada? Experimente esta pequena pausa ao longo do dia

SLOW LIFE
Austin Schmid/Unsplash | CC0
Compartilhar
Comentar

Você precisa se dar permissão para fazer pausas

Eu comecei um novo emprego há algumas semanas, na época mais movimentada do ano. Eu tenho andado em um ritmo alucinante por meses agora entre treinar e realmente trabalhar, e esta semana me senti bastante sobrecarregada.

Sentir-se sobrecarregada não é incomum – é parte da vida para qualquer mãe que trabalha. Mas o que era incomum era a maneira como eu me sentia completamente sem vontade de completar as muitas pequenas, mas essenciais, tarefas que estavam se acumulando, enquanto ao mesmo tempo era mal-humorada e irritada com meus filhos. Eu sabia que estava um pouco estressada, mas esta semana percebi que não estou apenas um pouco estressada – estou muito estressada. Eu tenho pelo menos quatro destes “8 Sinais de Esgotamento Mental e Emocional”, e isso não é bom.

Você está achando cada vez mais difícil realizar qualquer trabalho. Tarefas simples de repente parecem grandes projetos e você não tem o processo de criatividade e pensamento para completar com sucesso qualquer coisa. O trabalho que você achava estimulante agora parece uma tarefa…

Você pode estar começando a se sentir perdido, então qualquer pequeno comentário ou pergunta pode facilmente irritá-lo. Você preferiria evitar o contato com o mundo exterior.

Se possível, tire alguns dias para passar um tempo sozinho. Alguns dias longe de outras pessoas podem ser exatamente o que você precisa para recarregar.

Eu tenho que admitir, eu ri alto com a ideia de que eu deveria tirar alguns dias de folga para passar um tempo sozinha. Seria impossível.

Mas o diagnóstico ressoou comigo, mesmo que a receita não se encaixasse. Estou facilmente irritada e sentindo vontade de me esconder num canto onde ninguém pode falar comigo ou me fazer perguntas. No entanto, as mães não recebem os finais de semana de folga.

Então eu decidi ser um pouco criativa e tentar me dar “minipausas” esta semana. Passei 45 minutos sentada, sozinha em meu quarto na manhã de sexta-feira, no escuro, sem música e sem telefone ou laptop, apenas calada. E estava GLORIOSO. 

Eu me senti mais recarregada depois daquele pouquinho de tempo quieta do que há muito tempo. Então eu passei meia hora lendo na tarde de sexta-feira – não para o trabalho ou para “educação continuada”, apenas por prazer.

E foi agradável, mas também me fez sentir mais eu mesma do que me sentia há muito tempo. Eu não percebi quanto tempo passou desde que entrei em um romance de ficção científica só porque eu queria, e me senti bem em me dar permissão para fazer algo diferente além de trabalhar e ser mãe.

Eu reservei tempo para mais algumas pequenas pausas durante a semana, e embora eu tenha certeza de que não me sinto tão recarregada como ficaria depois de um intervalo de três dias, me sinto bem recarregada. Mais do que eu poderia imaginar.

Então, se você está enfrentando o mesmo estresse e ansiedade com as mesmas restrições de tempo, não se desespere. Dê a si mesmo pequenas pausas todos os dias – e NÃO as tenha como luxos que você pode pular. O cuidado pessoal é mais do que apenas lavar o cabelo, por isso cuide da sua mente e dê a ela algum descanso!