Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

7 grandes peregrinações católicas para a sua “lista de desejos”

CC
Compartilhar

Nos passos de Jesus ou dos santos, uma peregrinação é sempre uma chance de enriquecer a fé

No século IV, as peregrinações que seguiam os passos de Jesus e dos Apóstolos se tornaram particularmente populares depois que a mãe de Constantino, Santa Helena, visitou Jerusalém, descobriu as relíquias que foram consideradas como sendo da Cruz Verdadeira e construiu igrejas em locais ligados à vida de Jesus. Andar pelos mesmos caminhos que o Cristo e seus seguidores e ver com os próprios olhos os lugares das Escrituras era muito mais do que apenas viajar: era viver uma jornada rumo ao próprio interior.

Roma se tornou um destino importante para os peregrinos europeus no século VII, depois que a conquista muçulmana da Terra Santa limitou o número de cristãos que conseguiam visitar os lugares sagrados em que Cristo tinha estado. As próprias Cruzadas eram consideradas uma forma de peregrinação. As peregrinações à Terra Santa aumentaram no final da Idade Média, em parte devido à presença dos frades franciscanos a quem fora confiada a custódia dos sagrados lugares.

Hoje, os cristãos continuam a peregrinar para enriquecer a sua vida espiritual. Vivida em espírito de oração, uma peregrinação pode ser tão transformadora hoje quanto era na época de São Jerônimo, que, no século IV, escreveu:

“Teremos uma compreensão mais clara das Escrituras depois de termos visto com nossos próprios olhos os lugares em que os eventos da nossa salvação se realizaram”.

A lista a seguir é um vislumbre de alguns lugares sagrados que merecem constar na “lista de desejos” do peregrino católico:

1 – Terra Santa

Os peregrinos na Terra Santa seguem os passos de Jesus desde a Basílica da Anunciação, em Nazaré, onde Maria ouviu do Arcanjo o convite a conceber do Espírito Santo o Filho de Deus, até a Capela da Ascensão, de onde Ele subiu ao céu, passando pela Basílica da Natividade, em Belém, onde Ele nasceu, e pela do Santo Sepulcro, em Jerusalém, onde Seu corpo ficou depositado entre o descenso da Cruz e o Domingo da Ressurreição. Ao longo dos últimos 800 anos, a ordem de São Francisco manteve a custódia desses lugares sagrados e tem trabalhado para garantir que os cristãos continuem existindo no berço do cristianismo. Ao fazermos uma peregrinação à Terra Santa, nós podemos ajudá-los a cumprir essa missão.

Quando visitar

Os períodos de maior transcendência para uma peregrinação à Terra Santa são os que englobam as mais importantes datas cristãs: o Natal e, principalmente, a Páscoa.

_______

2 – Fátima, Portugal

O santuário marca o local onde Nossa Senhora apareceu para os pastorinhos Lúcia dos Santos e seus primos São Francisco e Santa Jacinta Marto, entre maio e outubro de 1917. Peregrinos do mundo inteiro se reúnem para as procissões iluminadas por velas, que ocorrem todos os dias, com particular afluência nas datas-chave das aparições de Maria.

POPE FATIMA
Pedro Fiuza / NurPhoto / AFP

Quando visitar

Durante todo o ano, mas as procissões mais frequentadas acontecem nos dias 13 de maio e 13 de outubro.

_______

3 – O Caminho de Santiago

O Caminho de Santiago se tornou um importante destino de peregrinação durante a Idade Média. A tradição nos diz que os restos mortais do Apóstolo São Tiago foram levados, via barco, de Jerusalém para o norte da Espanha, onde o corpo foi sepultado. Os peregrinos medievais empreendiam a árdua jornada rumo à que hoje é a cidade de Santiago de Compostela, em penitência pelos seus pecados. A peregrinação retomou grande popularidade ao longo dos últimos anos entre crentes e mesmo não-crentes desejosos de um retiro da vida moderna. Albergues e pousadas de peregrinos recebem os viajantes ao longo do percurso, que tem rotas pela Espanha, França e Portugal.

Wikipedia

Quando visitar

Julho e agosto, auge do verão europeu, são os meses mais movimentados do Caminho, mas há muitos peregrinos que viajam durante abril, maio e junho ou então esperam até setembro, meses que não costumam ser frios e nos quais há menos afluência de pessoas em comparação com o alto verão.

_______

4 – Irlanda

A Irlanda tem uma longa tradição de peregrinações cristãs, que remontam ao jejum de São Patrício, conhecido hoje como Croagh Patrick, em 441. Nos últimos anos, a fundação Pilgrim Paths (Caminhos dos Peregrinos) tem restaurado os antigos caminhos penitenciais; com isto, são até agora cinco os roteiros guiados disponíveis. Os peregrinos recebem um “passaporte” que é carimbado ao completarem cada uma das cinco rotas; ao obterem todos os carimbos, eles recebem o certificado de conclusão emitido pela Abadia de Ballintubber, no condado de Mayo.

CLONMACNOISE
Ckosta | Flickr CC by NC ND 2.0

Quando visitar

De 18 a 25 de agosto deste ano, a Pilgrim Paths realiza a sua segunda Irish Pilgrim Journey (Jornada dos Peregrinos Irlandeses), com guias locais nos cinco roteiros de peregrinação. Outras peregrinações podem ser feitas por grupos de excursão no contexto do Encontro Mundial das Famílias, que, em 2018, acontece entre 21 e 26 de agosto em Dublin.

_______

5 – Roma

Os peregrinos da Europa Ocidental se dirigiam a Roma pela antiga Via Francígena, que partia da França e os levava a seguir os passos de santos mártires e dos primeiros cristãos. As basílicas erigidas pelo imperador Constantino sobre os túmulos de São Pedro e São Paulo atraíram para a Urbe numerosos fiéis de todo o continente. Os peregrinos da nossa época podem, por exemplo, conhecer e rezar na Basílica de São Pedro, assistir a uma audiência com o Papa, visitar as Catacumbas, percorrer os Museus Vaticanos, rezar nas antigas igrejas da Cidade Eterna…

Quando visitar

O inverno do hemisfério Norte é a melhor época para visitar Roma se você quiser evitar as maiores multidões de turistas. A primavera e o outono europeus oferecem temperaturas amenas, igualmente com menos multidões que no verão. Nesse período, a Semana Santa é a mais movimentada pelo afluxo de visitantes, mas, em compensação, é também a mais rica espiritualmente.

_______

6 – Lourdes

Milhões de peregrinos viajam até o sudoeste da França todos os anos para visitar o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes. Foi lá que a Santíssima Virgem Maria apareceu 18 vezes, em 1858, para a jovem camponesa Santa Bernadette Soubirous. Em uma das aparições, ela disse à menina para beber da fonte da gruta, a cujas águas milhares de enfermos atribuem curas milagrosas. No entanto, os rígidos estudos da Igreja, verificados por juntas de médicos e cientistas, reconhecem apenas 70 casos como cientificamente inexplicáveis – ou seja, como milagrosos de fato. Confira neste artigo os minuciosos critérios que a Igreja adota ao analisar qualquer alegação de milagre de cura antes de se pronunciar a respeito.

BASILICA LOURDES
Sergey Dzyuba I Shutterstock

Quando visitar

Durante a alta temporada, que começa na Quaresma, geralmente há cerca de 25.000 peregrinos por dia visitando Lourdes. A temporada de menor afluência vai de outubro a março.

_______

7 – Polônia

Mesmo antes da canonização de João Paulo II, já tinham se tornado populares entre os católicos as jornadas espirituais na terra natal do primeiro Papa polonês. O itinerário pode incluir visitas à casa de infância de Karol Wojtyla em Wadowice, ao santuário da Virgem Negra de Jasna Gora em Czestochowa, ao santuário da Divina Misericórdia, à cela em que foi martirizado São Maximiliano Kolbe no campo de concentração de Auschwitz, além de passeios aos belos montes Tatra, onde São João Paulo gostava de esquiar.

NAJPIĘKNIEJSZE KOŚCIOŁY W POLSCE
Pko/Wikipedia | CC BY-SA 3.0

Quando visitar

Como em muitos dos destinos populares da Europa, o verão é a época mais concorrida. O período de maio a outubro é a melhor época para quem quer evitar o inverno da Polônia, que costuma ser rigoroso.

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.