Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

8 relíquias da Paixão de Cristo espalhadas por igrejas da Europa

relíquias da Paixão de Cristo
CC Wikimedia Commons
Compartilhar

Do cálice da Última Ceia a um prego da crucificação; da túnica da Paixão a um fragmento da Cruz Verdadeira: mistérios visíveis

As relíquias são partes de restos mortais ou objetos que pertenceram ou foram usados por santos, merecendo, por isso, respeito e reverência especiais por parte dos fiéis.

Entre as relíquias de maior valor, obviamente, estão aquelas relacionadas diretamente com Jesus.

O problema, neste caso, é o da autenticidade: das dezenas de relíquias espalhadas pelo mundo que, alegadamente, seriam ligadas a Cristo, a maioria não conta com embasamento histórico demonstrado, porque a sua identificação foi feita entre o final da Idade Antiga e a Alta Idade Média e os relatos a seu respeito são envoltos em lenda e tradição oral.

Por outro lado, também é verdade que existem indícios relevantes de que a maioria das relíquias desse tipo preservadas em igrejas pode mesmo ter estado ligada de modo direto a Jesus. A própria Igreja refutou milhares de falsas relíquias ao longo dos séculos e conservou aquelas cuja história tem verossimilhança, deixando claro, no entanto, que o fundamento da reverência a essas relíquias está em testemunhos que nunca puderam ser comprovados de modo inquestionável. Por isso mesmo, não existe nenhum tipo de “obrigatoriedade” religiosa de acreditar nessas relíquias: parte importante do seu sentido é o de auxiliar no conhecimento dos fatos relacionados a elas, sem necessariamente pretenderem servir como “provas materiais” desses fatos.

Há relíquias especialmente fascinantes, como o Santo Sudário, que desafia a ciência há séculos e que sempre surpreende com novos e poderosos indícios de autenticidade baseados em análises de peritos em diversas áreas do conhecimento científico. A respeito dele, você encontra bastante informação acessando esta página.

Quanto a outras relíquias que a tradição popular identifica com a Paixão de Jesus, aqui vão 8 delas.

Para vê-las, clique na legenda “Abrir a galeria de fotos“: