Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quinta-feira 26 Maio |
São Felipe Neri
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Afeganistão celebra festividade muçulmana em paz pela primeira vez desde 2001

BURKA

Inst. for Money, Technology and Financial Inclusion-(CC BY-SA 2.0)

Agências de Notícias - publicado em 15/06/18 - atualizado em 15/06/18

Os afegãos celebraram nesta sexta-feira em paz o início do Eid al Fitr, que marca o fim do Ramadã, pela primeira vez desde a invasão liderada pelos Estados Unidos em 2001, graças a uma trégua sem precedentes acordada pelos talibãs.

Grande parte da população muçulmana compareceu às mesquitas para o primeiro dia da festividade, que encerra o mês de jejum.

Os mais jovens deste país afetado pela guerra expressaram otimismo, mas com prudência, após o anúncio dos talibãs para o primeiro cessar-fogo com as forças afegãs desde 2001.

“Em quase todos os Eid al Fitr tivemos ataques, este é um Eid al Fitr raro, sem violência”, disse à AFP Samiullah, de 17 anos, que tem quase a mesma idade que o conflito, depois de rezar na mesquita de Shah-e Do Shamshira no centro de Cabul.

“Esperamos que a paz chegue ao Afeganistão”, completou.

Mas nem todos são tão otimistas.

“Não acredito em paz no Afeganistão. Estamos vendo um aumento diário dos ataques”, disse Imran, de 13 anos.

O porta-voz do ministro da Defesa, Mohamad Radmanesh, afirmou à AFP que não recebeu informações sobre ataques talibãs contra as forças afegãs desde o início da festa na madrugada desta sexta-feira.

O presidente afegão, Ashraf Ghani, anunciou na semana passada um cessar-fogo unilateral para a festa de Eid al Fitr e informou que tanto a polícia como o exército interromperiam as operações contra os talibãs durante oito dias. Mas advertiu que as operações continuariam contra outros grupos, incluindo a organização extremista Estado Islâmico (EI).

Os talibãs anunciaram no sábado um cessar-fogo por três dias com as forças afegãs por ocasião do Eid al Fitr, o primeiro declarado pelo grupo em 17 anos de conflito.

(AFP)

Tags:
Mundo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia