Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconEspiritualidade
line break icon

Papa Francisco: "Explorar as mulheres é pecado contra Deus"

ServizioFotografico OR/CPP/CIRIC

Capela da Casa Santa Marta, no Vaticano

Vatican News - publicado em 15/06/18

Homilia na Casa Santa Marta: Papa recorda que as mulheres são "o que falta aos homens para serem imagem e semelhança de Deus"

Uma oração “pelas mulheres descartadas, pelas mulheres usadas, pelas jovens que têm que vender a própria dignidade para ter um emprego“. Esta é a exortação do Papa Francisco na missa celebrada na manhã desta sexta-feira na Casa Santa Marta, quando refletiu sobre o Evangelho de hoje, escrito por São Mateus, e as palavras de Cristo: “Todo aquele que olhar para uma mulher, com o desejo de possuí-la, já cometeu adultério” e “todo aquele que repudiar sua mulher, a expõe ao adultério“.

Jesus muda a história

Francisco recorda como as mulheres são “o que falta a todos os homens para serem imagem e semelhança de Deus”: Jesus pronuncia palavras fortes, radicais, que “mudam a história”, porque até aquele momento a mulher “era de segunda classe”, dizendo com um eufemismo, “era escrava”, “não gozava sequer de plena liberdade”, observa o Papa.

E a doutrina de Jesus sobre a mulher muda a história. Uma coisa é a mulher antes de Jesus, outra coisa é a mulher depois de Jesus. Jesus dignifica a mulher e a coloca no mesmo nível do homem, porque utiliza aquela primeira palavra do Criador, ambos são “imagem e semelhança de Deus “, os dois; não primeiro o homem  e depois, um pouquinho mais em baixo, a mulher. Não, os dois. E o homem sem a mulher ao lado – tanto como mãe, como irmã, como esposa, como companheira de trabalho, como  amiga –  este homem sozinho não é imagem de Deus.

Até hoje, as mulheres são objeto de desejo

Francisco se concentra em particular no “desejar” uma mulher, evocada na passagem do Evangelho. “Nos programas de televisão, nas revistas, nos jornais – diz – mostram as mulheres como objeto de desejo, de uso”, como em um “supermercado”.

A mulher, talvez para vender uma certa qualidade de “tomates”, torna-se um objeto, “humilhada, sem roupas”, fazendo com que caia o ensinamento de Jesus que a “dignificou”.

E – acrescenta – não é preciso ir “tão longe”: isso acontece também “aqui, onde vivemos”, nos “escritórios”, nas “empresas”, as mulheres “objeto da filosofia usa e joga fora”, como material de descarte”, em que nem parecem ser “pessoas”:

Isto é um pecado contra Deus Criador, rejeitar a mulher, porque sem ela nós homens não podemos ser imagem e semelhança de Deus. Há uma fúria contra a mulher, uma fúria feia. Mesmo sem dizer isso … Mas quantas vezes as jovens precisam se vender para ter um emprego, como objeto usa e joga fora? Quantas vezes? “Sim, padre eu ouvi naquele país …”. Aqui em Roma. Não ir longe.

Olhe ao nosso redor para ver a exploração

O Papa se pergunta o que veríamos se fizéssemos uma “peregrinação noturna” em certos lugares da cidade, onde “muitas mulheres, muitos migrantes, muitos não-migrantes” são explorados “como em um mercado”: os homens se aproximam destas mulheres não para dizer “boa-noite”, mas “quanto custa?”, recorda Francisco. E para aqueles que lavam “a consciência” chamando-as de “prostitutas”, o Pontífice diz:

Você fez dela uma prostituta, como Jesus diz: quem a repudia a expõe ao adultério, porque você não trata bem a mulher, a mulher acaba assim, também explorada, escrava, tantas vezes.

Portanto, será bom olhar para essas mulheres e pensar que, diante da nossa liberdade, elas são “escravas desse pensamento de descarte”:

Tudo isso acontece aqui, em Roma, acontece em todas as cidades, as mulheres anônimas, as mulheres – podemos dizer – “sem um olhar” porque a vergonha cobre o olhar, as mulheres que não sabem rir e muitas delas que não sabem, não conhecem a alegria de amamentar e de ouvirem ser chamadas de mãe. Mas, mesmo na vida cotidiana, sem ir a esses lugares, esse pensamento feio de rejeitar a mulher, é um objeto de “segunda classe”. Devemos refletir melhor. E fazendo isto ou dizendo isto, entrando neste pensamento desprezamos a imagem de Deus, que fez o homem e a mulher juntos à sua imagem e semelhança. Esta passagem do Evangelho nos ajuda a pensar no mercado de mulheres, no mercado, sim, tráfico, exploração, que vemos; também no mercado invisível, que se faz e não se vê. A mulher é pisoteada porque é mulher.

Com ternura, Cristo restitui dignidade

Jesus, lembra o Papa, “teve uma mãe”, teve “muitas amigas que o seguiram para ajudá-lo em seu ministério” e para apoiá-lo. E encontrou “tantas mulheres desprezadas, marginalizadas e descartadas”, que ele ajudou com tanta “ternura”, restituindo a elas dignidade.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
dignidadeMulherPapa Francisco
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia