Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconEstilo de vida
line break icon

Veja o que acontece quando crianças superdotadas crescem

BEAUTIFUL WOMAN WORKING

By Roman Samborskyi | Shutterstock

Mathilde de Robien - publicado em 24/06/18

Como ser “superdotado” pode afetar sua vida adulta?

Como você sabe se é superdotado?

Em seu livro, Trop Intelligent Pour Être Heureux? L’Adulte Surdoué (Muito inteligente para ser feliz? – tradução livre), a psicóloga Jeanne Siaud-Facchin observa que pessoas superdotadas geralmente não reconhecem seus dons.

Segundo a autora, uma das características da inteligência é que a pessoa duvida de si mesma. Consequentemente, as pessoas talentosas não se consideram talentosas. Siaud-Facchin também observa que ser superdotado é muito mais do que inteligência: é também sobre coração, emoções e uma maneira particular de interagir com o mundo.

Ela acrescenta que ser superdotado é possuir inteligência poderosa e sensibilidade intensa que afetam todos os aspectos da vida. Ser superdotado, como qualquer outra categorização de personalidade, não é uma questão de preto-e-branco, “você é ou não é”. Todo mundo é diferente, e nem todas as pessoas talentosas apresentam os traços discutidos aqui no mesmo grau. Mas, como descrições gerais, podem ser úteis como uma ferramenta para te ajudar a realizar seu verdadeiro potencial.

Hipersensibilidade

Como as crianças, os adultos superdotados têm uma grande capacidade de admiração. Eles podem sentir uma profunda alegria ao mais suave estímulo, ou ficar completamente devastados pela menor injustiça. Eles também tendem a ser muito suscetíveis à humilhação. Por causa de sua extrema sensibilidade, as reações às vezes são excessivas. Como resultado, as pessoas superdotadas geralmente possuem profunda empatia e se preocupam com os outros. Elas absorvem as emoções dos outros, o que pode provocar sentimentos de culpa: como posso ser feliz enquanto outros sofrem? Devidamente canalizada, essa sensibilidade e empatia podem torná-los grandes santos, filantropos ou artistas.

Percepção perspicaz

Os adultos talentosos são muitas vezes perceptivos – não apenas sobre o mundo, mas sobre si mesmos. Mas essas capacidades aumentadas podem às vezes ser desestabilizadoras.

As pessoas superdotadas tendem a estar muito conscientes de seus limites e se sentem perpetuamente insatisfeitas. Elas podem buscar mudanças frequentes na tentativa de encontrar a satisfação que lhes escapa. Os arrependimentos geralmente aparecem com destaque em suas mentes. No entanto, essa percepção também pode ser uma bênção. A visão clara sobre limitações e falhas torna possível encontrar soluções e progredir, e também pode ser combinada com uma maior apreciação de sucesso, beleza, bondade e verdade.

Veem as possibilidades

Pessoas superdotadas podem ser atormentadas por muitos medos. Na vida cotidiana, elas podem acabar ansiosamente considerando tudo o que pode dar errado. Por outro lado, essa exploração mental de possibilidades também pode levar a uma grande criatividade e capacidade de resolver problemas.

Pessoas superdotadas podem ter dificuldade em lidar com sua intensa vida interior de imaginação. Seus pensamentos podem derivar em devaneios indesejados e cenários imaginários vívidos, bons e ruins. Suas emoções fortes podem dominá-los. Em alguns casos, isso pode levar ao isolamento e a uma forte percepção de ser diferente. Se eles canalizam esse mundo interior vividamente, eles podem se tornar grandes contadores de histórias.

Lutam pela perfeição

Pessoas talentosas lutam pela perfeição em tudo o que fazem. Quando a perfeição parece inatingível, esse tipo de perfeccionismo pode resultar em inércia ou paralisia. É importante que eles aprendam a priorizar, de acordo com a importância e o propósito do assunto em questão: às vezes, “bom o suficiente” é perfeito, para que possamos nos concentrar em fazer outras coisas de maior importância perfeitamente.

Ser superdotado também vem acompanhado por altos ideais. Esse tipo de pessoa quer causar impacto no mundo. Combinados com sua criatividade, discernimento e empatia, eles podem ser verdadeiros transformadores do mundo – mesmo que esse mundo seja apenas a vida das pessoas em sua comunidade local.

Marcham ao ritmo de seu próprio tambor

As pessoas superdotadas geralmente se sentem fora de sincronia com os outros.

As pessoas superdotadas podem ficar “paralisadas” quando se concentram em um detalhe menor que não interessa a mais ninguém, mas é de suma importância para elas. Elas podem permanecer no lugar enquanto outros continuam a avançar. Isso pode ser de grande valor, porque esse detalhe que chama a atenção deles pode, na verdade, ser a chave para resolver um problema ou fazer uma descoberta.

As pessoas superdotadas podem estar “atrás” de alcançar objetivos como fama, dinheiro ou bens materiais, mas provavelmente não se importam. Segundo elas, outras pessoas dão muita importância a valores que deveriam ser secundários, sem se fazerem perguntas importantes, como: para onde vou? O que eu estou fazendo com a minha vida? O que estou tentando obter? Quais são minhas prioridades?

Mais uma vez, esse sentimento de estar fora de sintonia pode provocar uma sensação de solidão, pois evidencia a distância entre a pessoa superdotada e o mundo e entre ela e os outros, mesmo dentro da família. No entanto, sua capacidade de empatia pode ajudá-los a construir pontes com pessoas diferentes deles.

Você se identifica com essa descrição?

Se você está curioso para saber o que um profissional diria, avalie-se. Conhecer a verdade sobre si mesmo pode ajudá-lo a cuidar da sua vida. Incentiva você a ser quem você realmente é, sem falsa humildade. Além disso, ser lembrado de que você é talentoso pode ajudá-lo a lembrar de que todo presente vem de um Doador, que está sempre presente para nos ajudar a usar nossos dons da melhor forma para nós mesmos e para os outros, de acordo com a Sua vontade.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Psicologia
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia