Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 15 Janeiro |
Santo Arnoldo Janssen
home iconAtualidade
line break icon

Sexto dia de buscas de crianças desaparecidas em caverna da Tailândia

Frieda the Dog

Presidencia Mexico | Twitter

Agências de Notícias - publicado em 29/06/18

As equipes de emergência mobilizadas para tentar encontrar as 12 crianças e adolescentes e seu treinador de futebol presos há seis dias em uma caverna inundada da Tailândia retomaram as buscas, prejudicadas pelas fortes chuvas.

As tempestades dos últimos dias na província de Chiang Rai, norte da Tailândia, elevou o nível da água na caverna, onde os jovens, com idades entre 11 e 16 anos, e seu treinador, de 25, se refugiaram no sábado.

O comandante da junta tailandesa, general Prayut Chan-O-Cha, visitou durante a manhã de sexta-feira o local da tragédia, que deixa o país em suspense, para apoiar as famílias e supervisionar a operação resgate, que tem a participação de quase mil pessoas, incluindo militares americanos e mergulhadores britânicos.

“Ter fé nos fará conseguir (…) O patriarca supremo (budista do reino) me pediu para solicitar que todos meditem”, afirmou aos pais dos jovens.

Os pais rezam ao lado de monges budistas diante da caverna, onde foi criado um pequeno altar.

“O único problema é a água na caverna”, advertiu o general.

Após a suspensão das operações submarinas na quinta-feira em consequência do nível elevado da água, apesar das muitas bombas instaladas para drenar o local, as tarefas foram retomadas durante a noite.

“Eles mergulharam por várias horas para tentar alcançar o local onde o grupo estaria refugiado, além das duas câmaras inundadas”, disse à AFP o governador de Chiang Rai, Narongsak Osottanakorn.

Mas após seis dias, as possibilidades de sobrevivência são cada vez menores. A inundação e a diminuição dos bolsões de ar complicam as operações.

As 12 crianças e adolescentes e seu treinador entraram na caverna de Tham Luang, perto da fronteira com Mianmar e Laos, no sábado após um treino. Mas a chuva bloqueou a entrada principal da rede subterrânea complexa, que tem vários quilômetros de comprimento.

O drama provocou uma grande comoção no país budista, onde foram organizadas correntes humanas em escolas para formar o número 13, em referência ao número de desaparecidos, e orações entre a minoria muçulmana.

(AFP)

Tags:
Mundo
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia