Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

“Faleceu meu marido, que me traiu e me expulsou. Ele saberá que eu o perdoei?”

RED ROSE WOMAN
Compartilhar

Uma leitora relata e pergunta: “Ele colocou a amante no meu lugar. Eu o perdoei, mas não lhe disse. Agora que ele morreu, saberá do meu perdão?”

O pe. Cido Pereira mantêm uma coluna no jornal O São Paulo, da arquidiocese paulistana, em que recebe perguntas enviadas pelo público.

Nesta última semana, ele respondeu à questão colocada por uma leitora que se apresentou como Margarida:

“Meu marido me traiu, expulsou-me de casa e colocou a amante no meu lugar. Eu o perdoei, mas não lhe disse e ele morreu. Saberá ele do meu perdão?”

Eis a resposta do pe. Cido:

Que sofrimento deve ter sido o seu, minha irmã. A traição machuca o coração da gente. E que força teve você para perdoá-lo. Parabéns. Você cresceu diante de Deus e se libertou do peso da mágoa, não é mesmo?

Agora é hora de orar por seu marido. De pedir a Deus que tenha piedade dele. A misericórdia de Deus não tem limites.

Certamente, seu ex-marido, agora na eternidade, deve ter se dado conta do erro de negar o compromisso assumido com você no casamento. Na eternidade, sem os limites humanos e a fragilidade desta vida, somos capazes de ver com clareza os erros que cometemos.

Ore por ele, minha irmã. Até porque eu penso que, em muitos momentos da própria vida, ele deve ter pensado na bobagem que fez, mas o orgulho nos impede de pedir perdão e reparar o erro.

Deus a abençoe, minha irmã, e parabéns por sua capacidade de perdoar. E que Deus a ajude, bem como a tantos homens e mulheres que viveram situações semelhantes, a caminhar pela vida com o coração livre de toda mágoa. Seja feliz.