Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

3 brasileirinhos que encantaram as redes ao escolherem seus temas de aniversário

aniversários temáticos crianças
Reprodução
Compartilhar

Nossa Senhora, Divino Pai Eterno, heróis do dia-a-dia... Foram eles que escolheram, revelando valores familiares mais fortes que as influências comerciais

Nem só de contos de fadas, desenhos animados, futebol e cinema vive o imaginário infantil quando o assunto é festa de aniversário.

Há cada vez mais relatos, nas redes sociais, de crianças que pedem temas considerados “diferentes” ou “surpreendentes”, mas que, na verdade, são perfeitamente normais e até esperados quando a família pratica valores que, no dia-a-dia, são captados e assimilados pelas crianças.

São valores de fé, de cidadania, de civismo. São valores que se desenvolvem espontaneamente nos pequenos quando os seus pais os praticam de modo natural, genuíno, cotidiano.

Além de deixarem ainda mais claro que o olhar das crianças enxerga muito além do que costumamos imaginar, esses valores também recordam que o ambiente em família pode inspirar os filhos a priorizarem o que é nobre, em vez de apenas irem na onda das tão poderosas influências comerciais.

Aqui vão 3 casos que conquistaram as redes sociais:

Lara e o Divino Pai Eterno

aniversário Lara Divino Pai Eterno
Wendel Cavalcante - Facebook (Fair Use)

Nascida no período da Romaria do Divino Pai Eterno, que leva milhões de brasileiros ao santuário de Trindade (GO) entre o final de junho e a grande festa do primeiro domingo de julho, a pequena Lara cresceu num lar católico em que essa devoção é viva e real. Ao completar 5 anos em 2018, ela não teve dúvidas sobre o tema da sua festa.

Seu pai, Wendel Cavalcante, compartilhou algumas imagens no Facebook. Ele e a esposa, Marlene, costumam frequentar o santuário e acompanhar novenas e missas pela televisão. Se antes a pequena devota gostava de brincar com as imagens dos santos e de Nossa Senhora que a família tem em casa, agora ela aprendeu o seu significado e passou a cuidar com carinho do pequeno oratório que os pais montaram em seu quarto, com imagens, a Bíblia para crianças e várias revistinhas católicas.

Wendel observou, em entrevista veiculada pela agência ACI Digital:

“O mundo de hoje precisa disso, que ensinemos aos nossos filhos. Principalmente neste mundo em que a internet, o celular, tantas coisas têm afastado de Deus e até da família. Precisamos de unidade nas famílias e com Deus”.

Pietra e Nossa Senhora

via Facebook

Quando celebrou seus 5 anos, a pequena Pietra quis que o tema da festa fosse Nossa Senhora. Várias devoções à Mãe de Jesus tiveram menção específica: enquanto a decoração remetia a Nossa Senhora Aparecida e à Virgem de Fátima, a própria menina se vestiu de Nossa Senhora das Graças.

A internauta Camila Lira, que divulgou a foto nas redes sociais, contou que não foram os pais de Pietra que escolheram o tema: foi decisão da criança mesma. Camila completou:

“Pietra, que você jamais perca esse carinho pela nossa mãe e nosso pai, você é muito especial e emocionou a todos hoje!!!”

João Otávio, Petros e os “heróis da limpeza urbana”

aniversário João Otávio garis
Luiz Otávio Martins

Não é apenas o testemunho dos pais de fé em Deus o que inspira os pequenos: os seus exemplos de fé no próximo e de respeito por todos também entusiasmam!

Ao celebrar seus 4 anos, o pequeno João Otávio Martins, de Belo Horizonte, ficou radiante com a decoração composta por miniaturas de caminhões de coleta de lixo, cones, pneus, lixeiras e os próprios docinhos e bolo que remetiam à limpeza urbana. Ele é um entusiasmado admirador dos “amigões”, que é como chama os garis que passam três vezes por semana pela sua rua para recolher o lixo.

Luiz Otávio Martins, o pai, destacou sobre o tema da festa:

“É uma forma de valorizar a profissão e o ser humano zeloso por trás do uniforme laranja”.

Os coletores, que foram convidados de honra, brincaram bastante com o aniversariante, que, assim como os pais e os dois irmãos, também estava devidamente uniformizado.

São vários já os relatos de crianças que escolhem homenagear os trabalhadores da limpeza urbana em suas festas de aniversário.

Um dos primeiros casos a chamar as atenções nas redes sociais foi o do pequeno Petros de Barros, que, assim como João Otávio, também é de Belo Horizonte e também quis essa temática para celebrar seus 4 aninhos, em 2011. Seu pai, o engenheiro civil Rudá de Barros, o levou a um encontro especial com alguns dos seus “heróis” na Superintendência de Limpeza Urbana. Lá ele conheceu o gari Robson Rodrigues Machado, que trabalhava havia 26 anos como gari e que, emocionado, retribuiu a mostra de afeto:

“Fico feliz de ver que o preconceito com os garis está diminuindo e que os pais não tentaram destruir esse carinho que ele sente pela nossa classe”.

aniversário Petros garis
Rudá de Barros

A mãe de Petros, a engenheira Dêlasávia de Barros, comenta sobre a possível origem do interesse do pequeno pelo trabalho dos heróis da limpeza urbana:

“Acho que é por causa da alegria que os garis demonstram durante o trabalho”.

Faz todo o sentido. Afinal, assim como os valores vividos em família, também a alegria é contagiosa!