Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O conto do demônio e do burro – e de como nós mesmos fazemos o resto…

burro
Creative Commons
Compartilhar

Era uma vez um burro amarrado a uma árvore. Então veio o demônio e o soltou...

Conta uma história que havia um burro amarrado a uma árvore. Veio então o demônio e o soltou.

O burro entrou na horta dos camponeses vizinhos e começou a comer tudo.

A mulher do camponês dono da horta, quando viu aquilo, pegou o rifle e disparou.

O dono do burro ouviu o disparo, saiu, viu o burro morto, ficou enraivecido, também pegou seu rifle e atirou contra a mulher do camponês.

Ao voltar para casa, o camponês encontrou a mulher morta e matou o dono do burro.

Os filhos do dono do burro, ao verem o pai morto, queimaram a fazenda do camponês.

O camponês, em represália, matou todos eles também.

Toda a desgraça que o demônio desejava estava agora realizada. E, para consegui-lo, a única coisa que ele precisou fazer foi muito simples: soltar o primeiro burro.

__________

Adaptado de relato anônimo compartilhado pelo blog Almas Castelos