Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 11 Abril |
Santo Estanislau de Cracóvia
home iconEstilo de vida
line break icon

Maconha não faz mal? Falsas crenças sobre as drogas

KNOW YOURSELF

Michal Moravec - Shutterstock

Javier Fiz Pérez - publicado em 17/07/18

Efeitos e consequências do consumo de narcóticos

Algumas das falsas crenças podem ser encontradas, por exemplo, na cannabis (maconha). Muitas pessoas pensam que a maconha é a droga menos nociva de todas; outros acreditam que é menos prejudicial do que o tabaco. Nenhuma das duas afirmações é verdade.

Os efeitos do consumo de maconha podem ser tão graves quanto os de qualquer outra droga. Além disso, ultimamente há muita discussão sobre possibilidades terapêuticas da maconha; mas, considerando que ainda está sendo pesquisado, devemos esperar por resultados sólidos.

Outra crença popular que não é verdade é que os usuários de drogas são principalmente pessoas muito jovens e/ou pessoas com baixo poder aquisitivo. Nenhum dos dois é verdade; há usuários de drogas não tão jovens nem com tão baixo poder aquisitivo. Por isso, é possível afirmar que o consumo de drogas tem consequências sociais, familiares e pessoais.

Consequências sociais do uso de drogas

  • Isolamento: o  vício em substâncias acaba dominando as pessoas e elas só vivem para esse vício, o que torna difícil para elas manter relações sociais e de amizade. Além disso, em muitas ocasiões, esse vício leva essas pessoas a enganar e/ou roubar para conseguir drogas. Em geral, elas acabam roubando de pessoas ao seu redor, o que torna as relações ainda mais difíceis. Além disso; uma pessoa sob o efeito de drogas pode se envolver em conflitos e até alguns crimes com certa facilidade.
  • Problemas trabalhistas: no aspecto trabalhista, é claro que um usuário de drogas terá um baixo desempenho no trabalho ou nos estudos, já que terá problemas de concentração. O habitual é que é o vício que exige toda ou grande parte de sua atenção e energia.
  • Problemas econômicos: o consumo de drogas costuma ser bastante caro; assim, o viciado geralmente tem problemas econômicos que o levam a roubar e a ter os problemas sociais mencionados acima.

Consequências para a saúde do uso de drogas

  • Efeitos fisiológicos: esses efeitos passam pela famosa síndrome de abstinência; quando depois de um longo período de consumo, o corpo deixa de receber essa substância. Existe uma importante deterioração do sistema nervoso central, alterações no ritmo cardíaco, como taquicardias, convulsões etc.
  • Efeitos psicológicos: se as consequências físicas são muito graves porque afetam o sistema nervoso central, e este é o motor de quase tudo, as consequências psicológicas não são menos importantes. Entre elas podemos citar algumas como: alucinações, depressão e ideias paranoicas. Na verdade, pode-se desenvolver um tipo de esquizofrenia devido ao uso de substâncias, e a esquizofrenia é uma doença irreversível. Você também pode sofrer de ansiedade e ataques de pânico. As drogas também podem afetar a memória, a concentração e a aprendizagem.

Efeitos das drogas mais populares

  • Em particular, o uso da maconha reduz a capacidade de realizar qualquer atividade que requer coordenação e concentração, como, por exemplo, dirigir, estudar e até mesmo praticar esportes. Afeta a memória e produz reflexão lenta, ansiedade, ataques de pânico e despersonalização, ou seja, a sensação de que você não é você. Chega ao cérebro muito rapidamente, então os efeitos são quase imediatos e duram cerca de duas ou três horas.
  • A cocaína também tem efeitos muito rápidos porque leva poucos minutos para chegar ao cérebro. Produz euforia, uso excessivo de palavras ao falar, aceleração mental, hiperatividade e aumenta a sociabilidade. Por outro lado, quando se deixa de consumir após um período prolongado, produz sonolência, irritabilidade, depressão e inércia e/ou desinteresse. Ou seja, o oposto do que causou o seu consumo, com o que incita a voltar a consumir para voltar a ter essa euforia de antes. A cocaína pode causar psicose com delírios paranoicos.

Em conclusão, as drogas nem sempre causam a morte física, mas podem destruir gradualmente cada parte da vida dos viciados.

O consumo de drogas torna-se uma grande doença que progressivamente vai atrapalhando a vontade e a vida dos indivíduos com todas as implicações sociais, familiares e relacionais que isso implica.

Por isso devemos ser categóricos e claros sobre esta questão, com um alto e claro Não às drogas!

Pense positivamente e na realização da sua vida buscando estímulos que sejam saudáveis ​​e duradouros e que te encham de orgulho pelo que você faz todos os dias para você e para os outros.

Tags:
DrogasVícios
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia