Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 01 Agosto |
Santo Afonso Maria Ligório
home iconAtualidade
line break icon

Começa evacuação de cidades pró-regime assediadas na Síria

MIGRANTS

IOM 2014-(CC BY-NC-ND 2.0)

Agências de Notícias - publicado em 19/07/18 - atualizado em 19/07/18

Vários ônibus começaram a evacuar, na madrugada desta quinta-feira, civis e combatentes de duas localidades pró-regime na Síria, com base no acordo que permitirá que milhares de pessoas abandonem estas cidades após anos de assédio por parte de rebeldes e jihadistas.

Um correspondente da AFP observou cerca de 20 ônibus partindo de Fua e de Kafraya, em razão do acordo fechado entre Rússia, aliada do regime de Bashar Al Assad, e Turquia, que apoia os rebeldes.

Combatentes e civis partiram nos veículos junto com seus objetos pessoais.

A retirada envolve a totalidade dos habitantes das duas localidades, que deverão ser transferidos para territórios controlados pelo governo na vizinha província de Aleppo, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

As localidades de Fua e Kafraya, no noroeste da Síria, tinham uma população de maioria xiita, ligada ao regime, e estavam cercadas pelos rebeldes e pelo grupo jihadista Hayat Tahrir Al Sham, antigo braço da Al-Qaeda na Síria, que controlam a maior parte da província de Idlib.

Nesta quarta-feira, na estrada que liga as duas localidades, um responsável da zona sitiada e outro do Hayat Tharir Al Sham ativaram a operação, retirando as barricadas e permitindo que 84 ônibus pudessem entrar, constatou o correspondente da AFP.

“Dezenas de ônibus e ambulâncias entraram em Fua e Kafraya para retirar a população assediada pelos terroristas”, confirmou a agência oficial de notícias Sana.

No total, 6.900 pessoas – civis e combatentes – devem ser retiradas, segundo uma fonte do Hayat Tahrir Al Sham. Em troca, o regime libertará 1.500 prisioneiros.

Em abril de 2017, durante outra operação de evacuação, dezenas de habitantes de Fua e de Kafraya morreram na estrada em um atentado suicida.

Nesta quinta-feira, a segurança foi reforçada enquanto os ônibus partiam lentamente das duas localidades, escoltados por combatentes do Hayat Tahrir al Sham.

Momentos antes da meia-noite, várias ambulâncias iniciaram a evacuação, transportando 15 habitantes doentes ou feridos, e se dirigiram ao passo de Al Eis, que une a província de Idlib à vizinha Aleppo, controlada pelas forças do regime, comprovou a AFP.

Uma fonte do Hayat Tahrir al Sham declarou que trata-se de um “gesto de boa vontade” antes da evacuação completa.

Segundo o OSDH, o acordo entre Rússia e Turquia prevê que Idlib não sofrerá uma ofensiva das forças do regime.

Idlib, no noroeste da Síria, faz fronteira com a Turquia e hoje está quase que totalmente rodeada por territórios controlados pelo regime em Damasco.

Na província vivem mais de dois milhões de pessoas, incluindo civis sírios e rebeldes que partiram de outros territórios em função de acordos alcançados com o regime de Bashar Al-Assad.

A guerra civil na Síria começou em 2011, após a repressão de manifestações pacíficas por parte do regime, e foi se tornando mais complexa com o passar dos anos e o envolvimento de diversos atores em um território cada vez mais fragmentado.

Com a participação mais ativa da Rússia no conflito, as forças pró-regime foram recuperando terreno e hoje controlam as principais áreas do país.

O conflito já deixou cerca de 350 mil mortos e milhões de deslocados e refugiados.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
3
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
4
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
5
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
6
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
7
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia