Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

Imagem de Maria “chora” nos EUA: substância analisada teria “aroma de rosas”

imagem Guadalupe lágrimas rosas
Paróquia N. Sra. de Guadalupe em Hobbs
Compartilhe este artigo para ter a chance de ganhar uma peregrinação a Roma
Compartilhar
Compartilhei
Compartilhamentos

Os resultados preliminares não identificaram fraude. Enquanto as investigações prosseguem, fiéis se emocionam e buscam consolo para as próprias lágrimas

Desde maio deste ano, fiéis e curiosos têm acorrido à paróquia de Nossa Senhora de Guadalupe em Hobbs, no Estado norte-americano do Novo México, para ver uma imagem de Nossa Senhora que estaria vertendo lágrimas.

O caso começou quando um sacerdote da paróquia, o pe. José Segura, confirmou que supostas “lágrimas” estavam fluindo pelo rosto rosto da imagem, após ser avisado por paroquianos que tinham percebido o fenômeno.

A substância, descrita como semelhante ao óleo que se consagra nas igrejas para uso litúrgico em batismos, crismas e ordenações sacerdotais, foi coletada para análises laboratoriais. Várias testemunhas entre os paroquianos lhe atribuíram “aroma de rosas“.

Imagem Guadalupe lágrimas
Divulgação

Resultados das análises

Alguns resultados preliminares foram divulgados à imprensa no último domingo, 15, por dom Oscar Cantú, bispo da diocese norte-americana de Las Cruces, próxima da fronteira dos Estados Unidos com o México. Os primeiros exames indicaram que se trata de um óleo de oliva perfumado.

A parte interna da imagem também passou por avaliações, comentadas assim pelo bispo:

“Não há nada dentro dela que não devesse estar lá, com exceção de algumas teias de aranha”.

Uma hipótese inicial de trabalho, já descartada, propunha que as “lágrimas” resultassem de resíduos da cera usada na fundição do bronze, mas os criadores da imagem explicaram que o calor do processo torna impossível a persistência de humidade com essa origem.

Também não foi achado, nos primeiros exames, nenhum indício de fraude.

Dom Oscar comenta:

“Estou revisando as melhores formas de proceder. Embora a decisão final caiba a mim, vou me apoiar na sabedoria do Papa Francisco”.

Fiéis se dizem consolados pelas lágrimas de Maria

Parte relevante das pessoas que têm procurado a paróquia, segundo o bispo, é formada não por simples curiosos, mas por pessoas que trazem “histórias de grande fé“:

“…pessoas que estão lutando com grandes sofrimentos e que experimentaram um consolo espiritual. Elas viram Maria caminhar conosco. Não posso deixar de pensar nas minhas próprias lágrimas pelas pessoas pobres que vêm até a fronteira, fugindo de situações que ameaçam a vida delas. As lágrimas das crianças que são separadas dos pais. Há muitas razões para chorarmos e Deus está conosco nesses momentos”.

Dom Oscar Cantú acaba de ser nomeado bispo coadjutor da diocese de San José, na Califórnia. Ele assumirá o cargo no final de setembro, mas, antes, voltará a visitar a paróquia de Nossa Senhora de Guadalupe e a ver a imagem.

As investigações prosseguirão normalmente.

Selecione como você gostaria de compartilhar.

Compartilhar
* O crédito para artigos compartilhados será fornecido somente quando o destinatário do seu artigo compartilhado clicar no URL de referência exclusivo.
Clique aqui para mais informações sobre o Sorteio da Aleteia de uma Peregrinação a Roma

Para participar do Sorteio, você precisa aceitar os Termos a seguir


Ler os Termos e Condições