Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Igreja nicaraguense permanecerá no diálogo apesar de calúnias, diz bispo

NICARAGUA,UNREST,CATHOLIC
Marvin Recinos | AFP
Monsignor Silvio Jose Baez speaks next to Cardinal Leopoldo Jose Brenes (C) and Papal Nuncio Stanislaw Waldemar Sommertag (L) upon arrival in Masaya, Nicaragua, on June 21, 2018.
Members of the Catholic Church arrived in the city -- which this week declared itself in rebellion to president Daniel Ortega's rule -- "to avert another massacre" as it was under "disproportionate" attack from police and paramilitary forces, who, a human rights group said, were using AK47s and Dragunov sniper rifles against civilian residents.
Compartilhar

Os bispos da Conferência Episcopal da Nicarágua (CEN) continuarão a mediar o diálogo nacional apesar da “atitude confrontadora” do governo, que os acusa de golpistas, disse neste domingo o bispo auxiliar de Manágua, Silvio Báez.

“Certamente que chamar ao diálogo neste momento vai ser difícil pela atitude confrontadora que o governo tomou e a linguagem caluniosa contra a igreja”, disse Báez a jornalista após a missa na igreja San Miguel Arcángel de Manágua.

O diálogo entre o governo e uma Aliança Cívica de grupos da sociedade civil, do qual a Igreja é mediadora, se encontra estagnado desde o dia 15 de junho. O objetivo é encontrar uma solução para a crise política, que já deixa 280 mortos em três meses.

O presidente Daniel Ortega, de 72 anos, que enfrenta uma crise política derivada de protestos desde 18 de abril, acusou, na quinta-feira os hierarcas católicos de estarem comprometidos com a oposição em um golpe para tirá-lo do poder.

(AFP)