Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Outubro |
Santo Inácio de Antioquia
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Justiça deve se pronunciar sobre famílias imigrantes separadas por Trump

BORDER;

John Moore/Getty Images/AFP

Agências de Notícias - publicado em 27/07/18 - atualizado em 27/07/18

Com mais de 1.800 crianças imigrantes entregues a seus pais e 700 ainda sob custódia das autoridades dos Estados Unidos, a Justiça deve determinar se o governo Trump cumpriu com a ordem da corte de reunir as famílias separadas.

Nesta sexta-feira (27) terminou o prazo de um mês que o juiz Dana Sabraw, de San Diego, determinou para entregar essas crianças a suas famílias.

O Departamento de Justiça (DoJ) indicou no dia anterior que esperava que todas as crianças “consideradas elegíveis à reunião” fossem entregues para suas famílias.

O balanço corresponde a 2.551 crianças com entre 5 e 17 anos de idade, das quais 1.820 deixaram os abrigos do Escritório de Reassentamento de Refugiados (ORR) para serem entregues aos pais ou representantes legais.

Das 1.820, 1.420 foram reunidas com seus pais em instalações da polícia migratória ICE e 378 liberados em “outras circunstâncias”, como aqueles entregues ao pai ou outro parente em liberdade.

O governo insiste em que cumpriu o prazo, pois 711 foram considerados “não elegíveis” porque os laços familiares não puderam ser confirmados, os pais têm antecedentes criminais, sofrem uma doença contagiosa, não foram localizados, ou foram deportados.

De fato, de acordo com o DoJ, 431 pais foram expulsos do país sem seus filhos.

Com esses números, Sabraw “poderia determinar que o governo está em desacato, o que não necessariamente aceleraria o processo de reunificação”, explicou Stephen W. Yale-Loehr, professor de direito migratório na Universidade de Cornell.

A audiência está prevista para 13h30 (18h30 de Brasília).

– Reunir e deportar –

As separações polêmicas começaram em maio, no âmbito da política de “tolerância zero” de Donald Trump, quando os imigrantes, a maioria fugindo da violência na América Central, entraram no país através da fronteira sul ilegalmente ou em busca de asilo.

Uma vez em território americano, foram detidos e processados ​​em massa, enquanto os filhos com quem vieram foram enviados a abrigos em todo o país.

Essa política provocou uma onda de condenações dentro e fora dos Estados Unidos, o que pressionou o presidente a encerrá-la após seis semanas e iniciar um lento processo de reunificação.

Se Sabraw considera que o governo não cumpriu o prazo, provavelmente pedirá à União Americana das Liberdades Civis (ACLU), que representa a parte afetada, que faça uma recomendação.

Isso aconteceu em 10 de julho, quando a administração perdeu o prazo para reunir crianças menores de 5 anos às suas famílias: 45 delas foram consideradas “inelegíveis”.

“Queremos propor soluções que ajudem a movimentar o processo mais rapidamente do que agora”, disse Lee Gelernt, advogado da ACLU em teleconferência com jornalistas.

Entre os pedidos da ACLU, destaca-se a necessidade de um período de sete dias desde a reunião para que as famílias possam discutir o próximo passo: se lutam por asilo, se o adulto é expulso e a criança fica, ou se ambos concordam em ser deportados.

Para os advogados do governo, este prazo de sete dias é injustificado, pois eles afirmam que houve tempo suficiente para considerar suas opções, enquanto estiveram detidos.

– Manipulação de números –

Em um comunicado emitido posteriormente, Gelernt afirmou que o governo está manipulando cifras para oferecer uma falsa impressão.

“O governo Trump está empurrando-os para debaixo do tapete, ao escolher unilateralmente quem é elegível para a reunião”, disse.

“Continuaremos responsabilizando o governo e reuniremos estas famílias”.

Se o juiz decidir que o governo está em desacato, poderia pedir à ACLU que recomendasse sanções.

A Associação de advogados migratórios dos Estados Unidos (AILA) exortou, por sua vez, que o governo disponha o necessário “para o retorno dos mais de 400 pais deportados sem seus filhos”.

A secretária de Segurança Nacional, Kirstjen Nielsen, disse, em entrevista com a Fox News, que tinha “a intenção de reunir todas as famílias que pudermos”.

Mas localizar os pais que foram deportados para o México ou a América Central será uma tarefa longa e complicada. Gelernt disse ter iniciado um trabalho de detetive.

Na terça-feira, antes da divulgação das cifras mais recentes, o Departamento de Saúde e Serviços Humanos tinha sob custódia em abrigos em todo o país 11.500 crianças e adolescentes classificados como Menores Estrangeiros Não Acompanhados (UACs, na sigla em inglês).

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
2
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
3
Milagre do Sol em Fátima
Reportagem local
13 de outubro: o dia em que o mundo presenciou o Milagre do Sol e...
4
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
5
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
6
PRIEST-EUCHARIST-ELEVATION-HOST
Philip Kosloski
O que devemos rezar quando o padre eleva a hóstia e o cálice?
7
MIRACLE SUN
Philip Kosloski
Um cientista descreve o Milagre do Sol em Fátima
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia