Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Como identificar um templo católico?

CATHOLIC CHURCH
PIXABAY
Compartilhar

Tem uma estratégia que é infalível

Às vezes, quando você está procurando um templo católico, pode cometer o erro de cair em um de outra religião. Mas como saber se uma igreja é realmente católica? Vou te dar algumas dicas. 

A primeira delas é fazer uma pesquisa na internet. As igrejas costumam ter sites e, neles, deixam claro a que grupo cristão pertencem. 

A segunda dica é analisar o exterior da igreja. Em países em que há grande variedade de religiões e templos (Estados Unidos, por exemplo), as igrejas costumam ter plaquinhas que dizem algo do tipo: “Bem-vindos à Igreja Batista de…”. 

Outra pista pode estar no quadro de horários das celebrações, que costuma ficar na entrada do templo. Se lá não estiver anunciada a “Santa Missa”, o templo não é católico.  

Vou dar o exemplo da Inglaterra, que é muito complexo. A Igreja da Inglaterra (anglicana) não tem uma fé única. Só se sabe mais ou menos a que setor pertence cada templo vendo o que ele anuncia a este respeito. Se no quadro há horários do Sunday Service, a igreja é de fé protestante. Por outro lado, se houver a expressão Holy Communion, o templo pertence à chamada Broad Church (“igreja ampla”) e também não é católico. 

O peculiar aqui é que existe uma parte do anglicanismo que pertence à chamada High Church (“alta igreja”), que compartilha com os católicos a fé eucarística e, portanto, anuncia a Santa Missa. Eles são chamados de católicos, mas são anglicanos (“anglocatólicos”). 

Os templos católicos são identificados como Roman Catholic. É a única maneira de distingui-los dos outros.

Dentro do templo, o elemento fundamental para saber se ele é católico é a presença do sacrário. Se no templo estiverem as espécies eucarísticas, a igreja pertence ao catolicismo. 

A coisa fica mais complicada quando tratamos das igrejas orientais, como os ortodoxos, armênio, coptas do Egito etc. Por quê? Porque há templos que seguem quase que o mesmo rito católico. A diferença é que, na Missa, alguns fazem menção ao Papa e outros não. Mas para saber, só assistindo à Missa. 

Agora, suponhamos que você esteja em Moscou. Lá há igrejas católicas, mas uma boa parte é de rito grego, o mesmo da Igreja Ortodoxa Russa. 

À primeira vista, não é possível distinguir essas igrejas. Então, a melhor estratégia é perguntar. Mas pode ser que você esteja em algum lugar da Rússia em que só há uma igreja. O mais provável é que ela seja ortodoxa. Mais uma vez, convém perguntar. Em todo caso, se é a única, vá à Missa do domingo lá – mesmo que a igreja seja ortodoxa, pois é uma autêntica Missa (e a Igreja Católica permite isso). 

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia