Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 27 Maio |
São Bruno de Würtzburg
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Produção industrial do Brasil se recupera e sobe 13,1% em junho

PEOPLE

Public Domain

Agências de Notícias - publicado em 02/08/18 - atualizado em 02/08/18

A produção industrial brasileira registrou alta de 13,1% em junho em relação a maio, depois dos 11% de maio em função da greve dos caminhoneiros que paralisou o o país, informou o IBGE nesta quinta-feira.

Esta é a maior alta da série histórica, iniciada em 2002, e está um pouco abaixo da previsão média de crescimento de 14,09% previstas por 27 analistas consultados pelo jornal Valor.

Em comparação com junho de 2017, o crescimento foi de 3,5%.

A alta de junho em relação a maio aconteceu em todas as categorias e setores e recuperou com folga o terreno perdido pela greve dos caminhoneiros contra a alta do diesel.

A produção de bens de capital teve uma expansão mensal de 25,6% (18,8% em maio), a de bens intermediários 7,4% e a de bens de consumo 19,8%.

Entre os setores, as principais influências positivas vieram de veículos automotores, reboques e carrocerias (47,1%) e produtos alimentícios (19,4%). Outras contribuições positivas relevantes sobre o total da indústria vieram de bebidas (33,6%), de produtos de minerais não-metálicos (20,8%), de celulose, papel e produtos de papel (17,9%), de produtos de borracha e de material plástico (12,5%), de outros produtos químicos (7,3%), de máquinas, aparelhos e materiais elétricos (14,6%), de produtos de metal (11,1%), de móveis (28,5%), de perfumaria, sabões, produtos de limpeza e de higiene pessoal (19,0%), de confecção de artigos do vestuário e acessórios (13,5%), de máquinas e equipamentos (5,6%), de couro, artigos para viagem e calçados (14,5%), de produtos de madeira (17,6%), de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (7,1%) e de metalurgia (2,5%).

De janeiro a junho, o crescimento da produção industrial foi de 2,30% em comparação com o mesmo período de 2017.

E no acumulado dos doze meses, atinge 3,20%.

O mercado, que há um mês previa uma expansão da produção industrial de 3,8% em 2018, reduziu, depois da greve, a estimativa a 2,91%.

Mas continuará sendo um motor do PIB brasileiro, que este anos deverá crescer 1,5%, de acordo com as estimativas oficiais e do mercado.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia