Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

VÍDEOS: Sinos ressoam pela vida em igrejas de todo o Brasil!

BELLS
GAŠPER STOPAR
Compartilhar

Iniciativa de bispos se espalhou por cidades de todo o país: manifestação católica pela vida ocorre diante de audiência pública sobre aborto

Os bispos do Regional Leste 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) propuseram recentemente, como forma de manifestação católica em defesa da vida, que os sinos de todas as igrejas do Estado do Rio de Janeiro “repicassem longamente” no dia 2 de agosto, “Dia do Perdão de Assis, Festa da Porciúncula, às 15:00, Hora da Misericórdia”.

A iniciativa logo se estendeu para outros Estados e para os dias 3 e 6 de agosto, datas em que acontecem as duas sessões da audiência pública sobre a legalização do aborto livre no Brasil até a 12ª semana da gestação.

O ressoar dos sinos serviu de inspiração, também, para um texto de José Marcos Domingues, Presidente da União dos Juristas Católicos do Rio de Janeiro, que denuncia no tocante à audiência: “O volume de falas é desproporcional: 29 expositores pró-aborto escalados, sendo que até vozes estrangeiras pró-morte terão vez“. Confira:

Vídeos de sinos tocando em igrejas do país estão sendo compartilhados nas redes sociais. Veja alguns deles:

Rio de Janeiro:

 

Minas Gerais:

Bahia:

 

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.