Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 22 Janeiro |
São Vicente Pallotti
home iconAtualidade
line break icon

CNBB: brasileiros devem refletir sobre orientação do papa contra pena de morte

POPE FRANCIS

Antoine Mekary | ALETEIA | I.Media

Agências de Notícias - publicado em 07/08/18

"No debate político sobre a adoção da pena de morte, os católicos recebem agora uma orientação clara e justa"

Os bispos brasileiros pediram aos católicos que reflitam sobre as orientações do papa Francisco contra a pena de morte, em um país cada vez mais inclinado por respostas rápidas e contundentes para a onda de violência, e às vésperas das eleições presidenciais de outubro.

A respeito da modificação feita na semana passada por Francisco no catecismo, declarando a pena de morte inadmissível, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) considerou que esse posicionamento tem uma implicação direta nas questões que agitam o país com mais católicos no mundo.

“No debate político sobre a adoção da pena de morte, os católicos recebem agora uma orientação clara e justa”, afirmou o secretário-geral da CNBB, Leonardo Steiner, em um e-mail enviado nesta segunda-feira à AFP.

“A pena de morte não é solução para os problema sociais, econômicos e políticos que vivemos”, enfatizou.

A abolição da pena de morte é uma cláusula pétrea (inalterável) da Constituição brasileira de 1988, apesar de continuar contemplada para casos de deserção em situações de guerra.

Mas o tema ganha força em meio a uma população exasperada pelo aumento da violência, que resulta em 60.000 mortes por ano.

Uma pesquisa do Datafolha de janeiro passado revelou que o apoio à pena de morte no Brasil cresceu de 47% em 2008 a 57%.

Segundo Steiner, “Francisco indica, mais uma vez, que a Igreja deve deixar-se guiar pela Evangelho: toda a pessoa humana é filho, filha de Deus. Ninguém pode retirar-lhe essa dignidade”.

“Por isso, a Igreja ensina, à luz do Evangelho, que a pena de morte é inadmissível, porque atenta contra a inviolabilidade e a dignidade da pessoa, e se compromete com determinação com sua abolição em todo mundo”, acrescentou.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
4
Aleteia Brasil
O testemunho de São Sebastião, o soldado mártir do Império Romano
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
7
Aleteia Brasil
5 milagres que a ciência tentou, mas nunca conseguiu explicar
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia